Um pouco sobre mim...

Minha foto

Sou alguém que se encanta pela vida no dia a dia, descobrindo sempre novas formas de agir, se melhorando e tentando melhorar o seu redor. Acreditando que a Luz está dentro de cada um e que ela deve iluminar sempre a caminhada. Tenho como intenção: fazer amigos, aperfeiçoar a vida, dedicar-me às boas obras, promover a verdade e reconhecer nos semelhantes meus irmãos de caminhada. Descobrindo sempre mais e mais de vários mundos: Mundos terapêuticos, ideais, sustentáveis, mágicos, de Paz...

5 de ago de 2009

Oligoelemento Zinco

O zinco é um mineral com muitas propriedades, principalmente por promover o crescimento, o desenvolvimento sexual e na cicatrização de feridas.

O Zinco traz benefícios principalmente para nossa pele, atuando na cicatrização e manutenção da pele, cabelos, unhas e membranas mucosas.

Os benefícios do zinco

O zinco desempenha um papel vital em muitas funções corporais.
Faz parte do crescimento celular em dezenas de reações enzimáticas e da expulsão do dióxido de carbono, tão prejudiciais à nossa saúde.
Presente em todos os organismos vivos, o zinco é abundante em nosso corpo, concentrando-se nos genitais, testículos e ovários, nas glândulas endócrinas e, sobretudo, na glândula pituitária.
Também aparece nos cabelos, unhas, ossos e tecidos dos olhos pigmentados.

Está envolvido no funcionamento das enzimas, dentre as quais 70 que atuam no metabolismo dos carboidratos, gorduras e proteínas, na síntese de insulina (hormônio que regula a quantidade de açúcar no sangue),no RNA e DNA.
Alivia alergias,
Aumenta a imunidade contra as infecções bacterianas
Destrói elementos tóxicos como o cádmio que entra no organismo através do fumo.

Durante a gravidez, o consumo de zinco é essencial para o crescimento normal do bebê.
Além disso, após o nascimento, as glândulas mamárias fornecem quantidades significativas de zinco para o recém-nascido, de modo que a amamentação é muito importante para o bom desenvolvimento do bebê.

Os sintomas da deficiência de zinco

A deficiência de zinco é causada por má absorção ou perda excessiva pelo suor ou urina.
Os níveis de zinco no corpo é freqüentemente diminuído pelo consumo de café e álcool em excesso.
Temos
como sintomas de deficiencia o atraso cicatrização e dermatite em torno dos orifícios.
A deficiência de zinco normalmente causa dificuldade em ereção,problemas da próstata nos homens acima dos 45 anos e retardo do crescimento uterino, anemia e irregularidades menstruais nas mulheres.
Outros sintomas incluem perda de cabelo, perda total ou parcial de gosto e cheiro, perda de acuidade, anorexia, diarréia, náuseas, vômitos e febre.
Enfraquecimento de nossas defesas frente a infecções. 

Onde encontrar zinco?
Em grãos integrais, como flocos de trigo e germe de trigo, levedura, flocos de aveia, arroz e trigo pão, trigo, milho.
* Nozes, semente de abóbora, semente de girassol, amendoim, amêndoas e avelãs.
* Produtos hortaliças como cebola, alho, salsa, cogumelos e feijão.
* Legumes, como lentilhas, ervilhas, feijão, grão e soja.
* Também em carnes, ovos, fígado, marisco e até chá.


Autor: Ianina Kohon
Articulista do site Enbuenasmanos
Copiado e traduzido do site: http://www.enbuenasmanos.com

Nenhum comentário: