Um pouco sobre mim...

Minha foto

Sou alguém que se encanta pela vida no dia a dia, descobrindo sempre novas formas de agir, se melhorando e tentando melhorar o seu redor. Acreditando que a Luz está dentro de cada um e que ela deve iluminar sempre a caminhada. Tenho como intenção: fazer amigos, aperfeiçoar a vida, dedicar-me às boas obras, promover a verdade e reconhecer nos semelhantes meus irmãos de caminhada. Descobrindo sempre mais e mais de vários mundos: Mundos terapêuticos, ideais, sustentáveis, mágicos, de Paz...

31 de jul de 2009

Oligoelemento Boro

O boro é um mineral do qual, pouco a pouco, começam conhecer as suas propriedades ou benefícios terapêuticos quando usado como suplemento mineral.

Benefícios, funções e Propriedades do Boro

* Auxilia na manutenção do bom desenvolvimento ósseo e, portanto, é altamente recomendado no caso da osteoporose, artrite, problemas ósseos e osteoarticulares.
Uma explicação é que ela contribui para o metabolismo do cálcio, fósforo e magnésio para aumentar a sua absorção.

* Alguns médicos dizem que pacientes hipertensos podem melhorar com o Boro.
Este pode ser um efeito direto ou indireto pelo aumento do potencial do cálcio e magnésio.
Em alguns pacientes, a contribuição desses minerais provoca um relaxamento muscular que pode levar a benefícios para a hipertensão.

* Também pode melhorar a resposta imunológica contra várias infecções.

As fontes naturais de boro são os legumes, verduras folhosas, uvas, cenouras e maçãs são algumas das mais importantes fontes naturais de boro.

copiado e traduzido do site: http://www.enbuenasmanos.com

Conhecendo o oligoelemento Cromo

O cromo é um mineral com muitas propriedades, mas é mais utilizado para reduzir a ansiedade por doces e regular os níveis de glicose.

Benefícios do Cromo

Cromo pertence ao grupo dos oligoelementos essenciais para o organismo. Rregula o metabolismo do açúcar (glicose) e contribuindo para a insulina distribuir glicose às células. Por isso, é indispensável no tratamento da hipoglicemia.

É freqüentemente utilizado para controlar o açúcar do sangue.

Cromo é importante na prevenção da formação de coágulos sanguíneos, é também essencial para prevenir ataques cardíacos. Verificou-se que as pessoas que morrem de doença cardíaca, têm menos cromo no organismo do que a maioria.

É também um mineral importante para o bom desenvolvimento dos nossos dentes.

Regula os níveis de colesterol e triglicérides.
Os sintomas de deficiência de cromo:

* A falta de cromo no organismo diminui a capacidade de metabolizar glicose, gordura e inibe a síntese de proteínas.

* Pessoas com muito desejo por doces ou com necessidade de “beliscar” entra as refeições geralmente possuem baixo nível de cromo.

* Também com variações exageradas de ânimo, hiperativas em um momento e prostradas em outro.

* É muito comum encontrar deficiências de cromo em pessoas que possuem níveis altos de colesterol e triglicérides.

* Como exerce uma ação nos olhos, leva a uma opacificação da córnea, que se durar muito tempo produzirá catarata.

De acordo com a RDA a dose necessária é entre 50 mcg. e 200 mcg. que pode ser encontrado em óleos vegetais, levedura da cerveja, e de grãos como a cevada e o milho. Ela também é encontrada em nozes, maçãs e legumes, como alface, batata, agrião, cogumelos, cebola e brócolis.
Entre os produtos lácteos e carnes, os que contêm mais cromo são o fígado bovino, o peito e coxa de frango ou peixe.


Autor: Ianina Kohon
Articulista do site: http://www.enbuenasmanos.com
Traduzido e adaptado.

30 de jul de 2009

Correlação de Enfermidades com alguns dos Oligoelementos (Minerais) necessários para combatê-las:


AGITAÇÃO: Manganês,
ENXAQUECA: Manganês, Germânio
AGRESSIVIDADE: Manganês , Lítio
HIPERATIVIDADE: Manganês
TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE: Lítio
NERVOSISMO: Lítio
ANSIEDADE: Lítio
INSÔNIA: Lítio
FADIGA FÍSICA: Manganês e Cobre
PREVENÇÃO DE ESTADOS IONFECCIOSOS: Manganês e Cobre
FADIGA INTELECTUAL: Manganês e Cobre
PROBLEMAS CARDIO-VASCULARES: Manganês e Cobre
PROBLEMAS DIGESTIVOS: Manganês e Cobre
ARTROSE: Manganês e Cobre
INFECÇÕES REPETITIVAS: Cobre, Ouro e Prata
ABULIA PSÍQUICA: Cobre, Ouro e Prata
ABULIA FÍSICA: Cobre, Ouro e Prata
DEPRESSÃO: Cobre, Ouro e Prata
SINTOMAS ANSIO-DEPRESSIVOS: Cobre, Ouro e Prata
ALERGIAS CUTÂNEAS:Enxofre e Manganês
ALERGIAS RESPIRATÓRIAS: Enxofre e Manganês
RINITE ALÉRGICA: Fósforo, Manganês e Enxofre
ACNE Juvenil: Cobre, Ouro e Prata
ACNE ROSACEA: Manganês e Cobre
ALERGIA: Manganês
ARTRITE: Manganês e Cobre
ASMA: Manganês
CEFALEIA: Manganes
CIRCULAÇÃO: Manganês e Cobalto
BRONQUITE: Cobre Ouro e Prata
DEPRESSÃO: Lítio
DECALCIFICAÇÃO: Cálcio
GRIPE: Cobre
HEMORRÓIDA: Manganês e Cobalto
HIPERGLICEMIA: Zinco - Níquel e Cobalto
INSONIA: Alumínio
LARINGITE Aguda: Manganês Cobre
LARINGITE Crônica: Cobre, Ouro e Prata
NEVRALGIA : Potássio
OBESIDADE: Zinco, Níquel e Cobalto
RESFRIADO: Manganês e Cobre
REUMATISMO: Cobre,  Ouro e Prata
VARIZES: Manganês e Cobalto

Faça uma Análise de suas carências minerais e revigore-se!!!
Essa análise pode ser presencial, por e-mail ou com pela consulta via e-mail.

OLIGOELEMENTOS EM PEDIATRIA -ortomolecular via derme para os pequenos!!

Nas crianças a ação dos oligoelementos é rápida, profunda, duradoura e freqüentemente surpreendente.
Os oligoelementos, em pediatria, se prescrevem de forma idêntica ao dos adultos; a posologia e o ritmo de ingestão das doses são sempre as mesmas.
Manganês - Cobre (Mn-Cu) é útil nas crianças com fragilidade frente as enfermidades infecciosas (Casos reincidentes de catarro e das rinofaringites). São crianças mais manhosas que tristes. 

Os oligoelementos Cobre - Ouro - Prata (Cu-Au-Ag) são empregados em crianças que apresentam com freqüência complicações das enfermidades infecciosas. Sendo assim, são crianças tristes, que preferem isolar-se, excessivamente doces e amáveis. 

Cabe recordar a indicação de Zinco-Cobre (Zn-Cu) nos indivíduos com desenvolvimento hormonal lento, com atraso na puberdade.

Alumínio (Al) e Litio (Li) se apresentam desenvolvimento intelectual lento.
Manganês (Mn), em crianças alérgicas.
Enxofre (S) empregado como complemento do Manganês (Mn) e do Manganês - Cobre (Mn-Cu) em crianças hepáticas com alergias digestivas.
Eczema: Muitos bebês e crianças pequenas que tiveram os baixos níveis de absorção do cálcio, coincidindo freqüentemente com o eczema da infância. O B (boro) pode ser muito útil em reduzir erupções.

Faça a Análise de carências minerais de seu pequeno e fortaleça a sua saúde!!!

Rinite - significa: "algo não me cheira bem"...


Merididanos afetados:

Fígado, Pulmão, Intestino Grosso,Bexiga.
O meridiano da Bexiga (B) faz o papel do Ministro das Comunicações, responsável por eliminar as emoções.
O Intestino Grosso (IG) elimina resíduos pesados, absorção de líquidos, energia estagnada.
O Pulmão (P) caracteriza-se pela emoção da angústia e pranto.
Para moléstias na parte superior do corpo, estimular acima de tudo, o meridiano IG.
O IG expele o que é desnecessário para o organismo.
P e IG são meridianos de "troca", intercâmbio com o meio ambiente.

Em resumo, sempre que queremos algo novo mas não conseguimos abrir mão do que é velho, seguramos e escondemos as emoções, é o IG que está em desequilíbrio!!

Acumulamos mágoa e temos dificuldade de auto-renovação.

Para rinite, utiliza-se acupuntura para equilibrar as emoções e equilibrar hoçisticamente o indivíduo.
A Oligoterapia (Ortomolecular via derme) também é bem eficiente, utilizando os oligoelementos Fósforo (P), Manganês (Mn) e Enxofre (S)

Faça uma Análise de suas carências minerais e revigore-se!!!
Essa análise pode ser presencial ou por e-mail!!

OLIGOTERAPIA EM GERIATRIA



Na idade avançada os oligoelementos encontram excelentes indicações.

A velhice se caracteriza por um declínio geral dos metabolismos, cujo fator principal poderia ser muito bem uma inibição global progressiva dos oligoelementos.

A partir dos 65 anos se pode prescrever quase sistematicamente a todos os pacientes:

Manganês - Cobalto (Mn-Co) e Cobre - Ouro - Prata (Cu-Au-Ag). 


Para os que estão em bom estado, são um excelente meio preventivo contra a aceleração do envelhecimento geral ou local.
Em geriatria é preciso esforçar-se em preservar a harmonia das funções.
O envelhecimento iniludível deve ser geral, lento e regular em todas elas.
A utilização da oligoterapia em idosos tem monstrado um grande interesse por sua regularidade de ação e sua ausência de toxicidade.
A única característica da utilização dos oligoelementos em geriatria é a necessidade de prescrevê-los de maneira ininterrupta.

Faça a Análise das Carências Minerais e restabeleça a qualidade de vida do seu Idoso querido.

24 de jul de 2009

Minha 1ª consulta - O que faço com o Pêndulo !!! ???

A radiestesia permite captar ondas eletromagnéticas, de qualquer ser vivo, com o auxílio de um instrumento chamado PÊNDULO.
O pêndulo proporciona respostas a perguntas específicas.
Dessa forma a própria energia do cliente, que o pendulo capta, indica o que é necessário para a sua
melhora.
Quando se trabalha com testemunho (qualquer objeto que represente a pessoa: cabelo, foto, dados pessoais, como nome completo + data de nascimento), é possível, mesmo à distância - via Internet , fazer a pesquisa radiestésica e indicar o tipo terapia necessária ao indivíduo.


Pesquisa Radiestésica:

Com os seus dados (nome e data de nascimento)  o pêndulo analisa as vários aspectos (emocional, energético e metabólico) pra você.
Envio um relatório com o que foi encontrado.
A pesquisa (ou Aconselhamento metafísico) à distancia é realizada mediante depósito antecipado.

Através dessa 1a. análise desenvolvo os planos de tratamento mais adequado ao cliente.
Ela é constituida de vários tópicos e demora em média, 60 minutos - presencial .
Entrego
(ou envio por e-mail) ao cliente um relatório dessa avaliação contendo:

- Causas físicas do problema apresentado,
- Pesquisa radiestésica dos sistemas do corpo humano,
- Pesquisa dos Zang Fu - análise segundo a MTC,
- Causas energéticas individuais (centros de força/ energias) do problema apresentado,
- Qual a cor necessária para auxiliá-lo (Cromoterapia),
- Causas emocionais do problema apresentado (formas de comportamento inadequado),
- Sugestões de terapias para melhoria da saúde do cliente (cito abaixo todas aquelas em que tenho a condição de auxiliar no decorrer do tratamento):
- Acupuntura sistêmica,
- Acupuntura estética,
- Acupuntura sem agulhas - Stiper,
- Auriculoterapia ,
-Cromoterapia,
- Moxabustão,
- Magnetoterapia,
- Ortomolecular,
- Reiki,
- Placa Radiônica de harmonização dos centros de força,
-Shiatsu,
-Spiral Taping,
-Feng Shui,
-Radiônica de solo,
-Florais de Bach,
-Florais de Saint Germain,
-Florais de Minas,
-Reeducação Alimentar


Da mesma forma, pela energia da pessoa, também recomendo:

Ortomolecular via derme (Oligoterapia)

A avaliação de carências minerais, pela Radiestesia (pela saliva, foto ou fio de cabelo), captando pela energia do cliente, a falta de minerais que provoca os sintomas.
Ao mesmo tempo, o cliente responde um questionário, onde relaciono cada sintoma com a falta de minerais no organismo.
Assim, comprovo no mesmo momento, que os minerais indicados pelo pêndulo, realmente ajudarão na recuperação da saúde.
Assim detecto quais os minerais que devem ser repostos ao organismo para equilibrá-lo de forma global: física, energética e emocional, mandando manipular um gel INDIVIDUALIZADO para o cliente passar diariamente no pulso e restabelecer a sua Saúde e melhorar a sua Qualidade de vida .


A análise das carências minerais à distancia é realizada mediante depósito antecipado.


Florais de Bach, de Minas ou de Saint Germain

Também nesse caso, é a própria energia do cliente que me dirá qual as essências florais necessárias.
O cliente recebe um relatório com a explicação detalhada de cada floral necessário ao seu tratamento.

A análise e indicação à distancia é realizada mediante depósito antecipado.


Entre em contato e agende a sua consulta!!


telefones: (11)2296-9255 ou (11) 98489-3858 (Vivo e Whatsapp)
E-mail: mirhyamcanto@uol.com.br




Aspectos Emocionais segundo a Ortomolecular

Diátese é a classificação do cliente pela predisposição de adquirir determinado mal no futuro.
De acordo com os sinais e sintomas que a pessoa apresenta.
É também a transição entre o “estado de saúde” e o “estado lesional”, (traduz um estado de desequilíbrio que sucede ao equilíbrio natural e precede a lesão.
É a forma como o organismo está disposto ou não, a ser sensível a certas agressões ou distúrbios de agentes exteriores).
É caracterizada por um conjunto de disfunções que perturba o funcionamento orgânico e conduz, progressivamente, à desordem e à degeneração.
A seguir descrevo as 4 diáteses em seus aspectos EMOCIONAIS para que o leitor verifique em qual delas se encaixa:

DIÁTESE 1 - Síndrome Hiper-reativa= INDIVÍDUO TRANSFORMADOR
Este grupo tem a eterna idéia que ele pode mudar o mundo.
São pessoas idealizadoras que procuram realizar seus sonhos.
Não se rendem aos fatos, mas procuram sempre transformá-los em uma situação de maior conforto.(empreendedores).
Indivíduo afetivo, nervoso, agressivo, otimista, dinâmico, emotivo, irritável, agressivo, explosivo, mas que não guarda rancores.
São pessoas inquietas, naturalmente aceleradas e ansiosas.
(A verdade, é que lhes é difícil aquietarem-se).
Costumam ser brilhantes mas não são constantes.
Desrespeitam seu Limite Físico e Mental.
Normalmente seu nível de energia vai aumentando à medida que avança o dia e alcança seu apogeu quando já é de noite.
Quando todos estão cansados elas estão em seu melhor momento.
Por isso recolhem-se tarde e, claro, de manhã é difícil despertar e levantar-se, assim, já acordam cansados, e melhoram no decorrer do dia.
Possuem um bom nível de energia e raramente adoecem.
A ansiedade e a insônia podem ser habituais se não aprenderem a relaxar.
Sua melhor forma de relaxar é fazendo exercício físico ou qualquer atividade.
Sua memória e muito seletiva e assim apresentam recordações de fatos ocorridos há muitos anos mas igualmente não se recordam de fatos muito recentes.
Costumam ser magros, otimistas, passionais, nervosos e podem passar da alegria e do riso à agressividade e ao desânimo.
Tratamento: O oligoelemento Manganês tende a corrigir os desequilíbrios destas pessoas.

DIÁTESE 2 - Síndrome Hipo-reativa= INDIVÍDUO INTELECTUAL
É calmo, ponderado, ordenado, meticuloso, detalhista, equilibrado, detesta imprevisto, ficar em débito e parece interessar-se pouco pelas coisas, com tendência a viver em seu mundo, fala pouco (tendência à reflexão) e só o que lhe interessa, dando a impressão de que nunca se apaixona por nada, é distraído e desatento.
Quando em desarmonia tem dificuldade em se concentrar, lentidão escolar, dificuldade de concentração e compreensão, má memória, indisposição mental à tarde, timidez.
Possui tendência ao pessimismo e tristeza.
É pouco emotivo, mas com tendências depressivas, torna-se medroso, e corre para álcool e drogas como refúgio.
Tratamento: Para esta síndrome se usa o complexo Manganês - Cobre.

Diátese 3 – Síndrome Distônica ou neuro-artrítica = INDIVÍDUO CONSTRUTOR Psicologicamente nervoso, emotivo, depressivo ou melancólico, mas sobretudo, ansioso!
Tem diminuído o entusiasmo, o ânimo, o desejo sexual e o sono (ou da qualidade deste).
A perda da memória se acelera e a concentração é nitidamente diminuída, que geralmente significa aparecimento de distúrbios emocionais mais profundos como hiperemotividade, angústia, sensações de euforia seguida de apatia.
Síndrome do pânico pode ocorrer.
Aparece uma fadiga progressiva no decorrer do dia com dores nos membros inferiores por falta de circulação venosa.
A qualidade do sono torna-se medíocre, e até a insônia, despertar muito cedo ou no meio da noite pode aparecer.
Um sentimento de envelhecimento contrasta com o passado ativo e otimista..
Tratamento: A combinação dos oligoelementos Manganês - Cobalto é a adequada para tratar.

Diátese 4 -Sindrome anérgica = INDIVÍDUO TRADICIONAL
Experimentam uma falta de vitalidade, um cansaço, esgotamento logo pela manhã que dura todo dia e que o repouso não melhora, freqüentemente com perturbações de memória importantes, sofrem de sono muito irregular, diminuição da capacidade de concentração ou de atenção, assim como ânimo depressivo, melancolia, depressão, pessimismo.
São pessoas muito inteligentes (encontram-se especialmente entre os intelectuais), que dificilmente acreditam nos outros, são na maioria inflexíveis.
Procuram situações estáveis, já comprovadas, por exemplo, um estilo de vida tradicional com conceitos claros e definidos mesmo que sejam ultrapassados.
Tem tendência a viver comparando o hoje com o ontem.
Pode ocorrer episódios curtos de euforia ou agressividade e um sentimento de que a existência é inútil e não vale a pena esforçar-se.
Indiferença sexual.
Tratamento: a associação Cobre-Ouro-Prata é a que trata a síndrome anérgica.

Faça a Análise de Carências Minerais e melhore a sua qualidade de vida.


Menopausa: Como viver a "Idade de Ouro"

Aqui, algumas dicas que a mulher deve seguir para se manter saudável, mesmo psicologicamente, durante este período difícil de sua vida e também para prevenir a osteoporose.

ALIMENTAÇÃO:

Os principais alimentos devem ser os carboidratos INTEGRAIS (pão, massas, arroz, grãos integrais, flocos) pois geram energia rapidamente sem produzir resíduos tóxicos.
Legumes e frutas ricas em vitamina A e vitamina C (brócolis, repolho, pimentão, cítricos, morangos, cenouras, abóbora, vegetais folhosos, grandes), são valiosas pelas suas propriedades antioxidantes.
Legumes e cereais estão sendo utilizados em abundância, como substitutos da carne e também para ajudar o intestino a funcionar.
As gorduras vegetais (azeite, milho e girassol) são melhores do que as gorduras animais pelo seu conteúdo de ácidos graxos essenciais tão essenciais para retardar o envelhecimento celular e manter a pele elástica.
Proteínas de soja, rica em fosfolípides (usada para prevenir o envelhecimento cerebral), contém substâncias com uma pequena ação similar ao estrógeno.

Prevenção da osteoporose

1 - Exercício:
Exercícios evitam a diminuição do tecido ósseo.
Não é necessário realizar atividade física intensa, mas os esforços intermitentes e diversificados, repetidos em pequenas séries trazem também o benefício da recuperação da mobilidade, da agilidade e da força muscular. Para começar, o melhor exercício é a caminhada continua durante uma hora três vezes por semana.

2 - VITAMINA D:
Esta vitamina estimula a absorção intestinal de cálcio e o óleo de fígado bacalhau, o gérmen de trigo, a levedura possuem essa vitamina em grandes quantidades.
A vitamina D também pode ser produzida pela pele quando exposta à radiação solar e, portanto, "o sol, mesmo no inverno, é um excelente tratamento anti-osteoporose.

3 - CÁLCIO
A quantidade de cálcio diária é de cerca de mil mg e além do leite e seus derivados pode ser também encontrada em boas quantidades nas nozes, amêndoas, farinha de soja, agrião, gergelim sementes, feijão, cebola, linguado, couve, funcho, ervilhas.
Ladrões de Cálcio – CUIDADO: O café, tabagismo, alcoolismo, promovem uma diminuição do nível do cálcio no organismo por essa razão estão associados com um risco do aumento da osteoporose.


Minerais para o tratamento dos distúrbios da Menopausa:


Com a oligoterapia (terapia de suplementação de minerais), você pode prevenir muitos sintomas da menopausa:

Manganês: E o oligoelemento adequado para as mulheres na pré-menopausa que apresentam dores com ciclos menstruais mais curtos. Também é útil para aquelas que sofrem de doenças digestivas, artrite e dores de cabeça recorrentes no período menstrual.

Manganês e Cobalto: Associação de minerais útil nos distúrbios circulatórios da menopausa (inchaços nos tornozelos, retenção de líquidos), eficaz no combate da ansiedade, da emoção descontrolada, das mudanças repentinas de humor e na depressão.

Zinco e Cobre: Oligoelementos utilizados para corrigir a disfunção hormonal na pré-menopausa associada com queda de cabelos, unhas quebradiças, diminuição da libido, infecção do trato urinário.

Lítio: Ótimo oligoelemento para qualquer tipo de perturbação psicológica associada à menopausa e, em particular, à depressão. Também usado para diminuir a tendência a engordar, a coceira vaginal e calores (fogachos).

Traduzido da página: http://guide.supereva.com/

Faça a Análise de Carências Minerais e melhore a sua qualidade de vida.

Essa análise pode ser presencial (agende pelo telefone 
(11)2296-9255  ou (11) 98489-3858 (Vivo ou Whatsapp), ou por e-mail mirhyamcanto@uol.com.br



O valor inclui a pesquisa, questionário, relatório de carências minerais  e o cálculo do valor do suplemento individualizado.


Esgotamento Nervoso, Ansiedade


Assim como existe uma resistência à infecção, comandada pela Imunidade individual, também há uma característica própria que age sobre a capacidade nervosa de cada indivíduo.

Assim como reforçamos a Imunidade, podemos reforçar a fragilidade do sistema nervoso  com a Oligoterapia.

O manganês–cobalto é a associação básica para as doenças neuro-degenerativas.
Esta combinação reduz o principal sintoma do esgotamento: a ansiedade.
Útil também em outras doenças típicas da exaustão tais como perda de memória, mudança de personalidade, insônia , doenças que estão relacionadas com distúrbios neuropsiquiátricos.

O magnésio controla a permeabilidade das células nervosas e tem um papel importante no fenômeno da excitabilidade neuro-muscular. Sua deficiência causa sinais de hipersensibilidade motora, espasmos, cãibras.
Sua reposição equilibra o sistema nervoso e é também útil nos distúrbios da concentração, fadiga mental, depressão, sentimentos de opressão.

O lítio provou a sua eficácia nos transtornos psiquiátricos graves, como a psicose maniacodepressíva, ansiedade, insônia de ansiedade, hiperemotividade, declínio das faculdades intelectuais.

O fósforo é essencial como fonte de energia prontamente disponível para as células através da fosforilação oxidativa.
As indicações terapêuticas em oligoterapia de fósforo para o sistema nervoso são os estados das contraturas musculares e espasmos, a astenia cerebral e o combate ao stress.

Faça uma Análise de suas carências minerais e revigore-se!!!
Essa análise pode ser presencial ou por e-mail 



Oligoterapia - Ontem, hoje, amanhã

Um pouco de história, um pouco de investigação e aplicações atuais.

Aqui está uma maneira de compreender o efeito terapêutico da oligoterapia.

Os egípcios tratavam os ferimentos com óxido de zinco, os romanos tomavam o ferro, o cobre.
Os caldeus foram descobertos utilizando braceletes para curar infecções reumáticas...
Eram os primórdios da oligoterapia, o tratamento baseado na administração de minerais naturais em doses infinitesimais em nossos corpos.

Estes elementos, incluindo o ferro, flúor, alumínio, cobre, manganês, prata, ouro, níquel, cobalto, contribuem para a defesa contra muitas doenças, para a produção de energia, transmissão de impulsos nervosos, que resultam em contrações musculares e outras funções importantes, como liberar as células a partir de substâncias tóxicas.

Estudos anteriores sobre oligoterapia remontam a 1897 e os trabalhos de Bertrand e Javillier.

Nos anos trinta MENETRIER desenvolve uma pesquisa mais abrangente, mencionando a “ametallosi”, desequilíbrio do intercambio bioquímico.
Desde então, os oligoelementos são utilizados para fins terapêuticos, particularmente contra as doenças recorrentes, neuropsiquiátricas, de deficiência imunológica e reumatológicas.
Em particular, a oligoterapia usa os minerais, na presença de doenças que não conduzem direta e necessariamente a uma determinada doença, mas que pode desencadear uma série de sintomas, enfraquecendo os mecanismos de defesa naturais do corpo e piorando a qualidade de vida das pessoas.

Todo ser humano tende a sofrer por causa de doenças específicas que são resumidas em quatro diferentes síndromes reacionais:

1) síndrome alérgica ou hiperativa - devido a carência de manganês;
2) síndrome hipostenica ou hiporeattiva - devido a carência de manganês e de cobre;
3) síndrome distonica - devido a carência de manganês e cobalto;
4) síndrome anérgica- devido a carência de cobre, ouro e prata.

Utilizando o gel contendo os minerais necessários ao levantar-se, em doses muito pequenas estaremos suprindo o organismo, normalizando os processos metabólicos e contribuindo assim para o corpo reagir.

Deve também ser dito que a oligoterapia reorganiza o metabolismo, não agindo tão rapidamente quanto os métodos tradicionais de tratamento.
Em qualquer caso, o sucesso da oligoterapia é baseado em um correto diagnóstico e assim a escolha dos minerais necessários a cada indivíduo.

Faça uma Análise de suas carências minerais e revigore-se!!!
Essa análise pode ser presencial ou por e-mail 

O oligoelemento cobre ajuda a combater gripe!!!

O cobre é talvez dos oligoelementos mais bem aceitos, porque é um bom remédio para constipações e gripes, agindo como um antibiótico natural.
O oligoelemento cobre deve estar presente na lista de medicamentos naturais.

O Cobre em forma de oligoelemento atua como um catalisador.

Propriedades do oligoelemento cobre:

Ele fortalece nossas defesas naturais e age como um antibiótico, no caso de infecções causadas por bactérias e vírus (gripe, resfriados, faringite, otite, etc).
Na gripe, especialmente, tende a contribuir para reduzir todo o processo e pode reduzir a sensação de grande cansaço que acompanha muitos pacientes com gripe.

A informação contida neste artigo é meramente informativa.
Autor: Josep Vicent Arnau - Naturopata e acupunturista – retirado do site: www.enbuenasmanos.com


Faça uma Análise de suas carências minerais e revigore-se!!!
Essa análise pode ser presencial ou por e-mail
 

O oligoelemento lítio - trata as emoções!!!

O oligoelemento lítio destaca-se por suas propriedades, por atuar sobre o sistema emocional e melhorar a eficácia dos outros oligoelementos.

Propriedades do oligoelemento lítio:

As suas aplicações são vastas no nível psicológico e pode tratar:

- depressão,
- ansiedade,
- nervosismo,
- hiperatividade,
- irritabilidade,
- insônia,
- transtornos do humor (bipolar)
- fobias,
- obsessões,
- e todas doenças ou sintomas desencadeadas por estado emocional alterado (enxaqueca, espasmos musculares, tensão, etc).

Em muitos pacientes com transtornos nervosos, observou-se que ocorre a eliminação do oligoelemento lítio na urina e que os níveis desse mineral nas hemácias é diminuído.
O Lítio age sobre os neuro-transmissores para melhorar a transmissão nervosa.
Atua também sobre os níveis de acetilcolina, ácido glutâmico, etc

Quando administrado sob a forma de oligoelemento devolve o equilíbrio emocional.

Fontes naturais que fornecem Lítio : cereais integrais, peixe, leguminosas, batata, tomates, brotos (alfafa e soja), frutos silvestres (framboesas, morangos, etc.) e especiarias como gengibre.

A informação contida neste artigo é meramente informativa.

Autor: Josep Vicent Arnau - Naturopata e acupunturista – Articulista de Enbuenasmanos:copiado do site: www.enbuenasmanos.com

Faça uma Análise de suas carências minerais e revigore-se!!!
Essa análise pode ser presencial ou por e-mail.


DEsequilíbrio metabolico - Oligoterapia - Síndrome de desadaptação

Os oligoelementos poderão ajudar muito em casos como obesidade, fome voraz, alguns tipos de diabetes e alguns desequilíbrios hormonais.
Essa síndrome mostra-se quando a pessoa sofre contínuos altos e baixos e parece perder o controle de si mesmo.
Também conhecida como síndrome endócrina, apresenta um desequilíbrio em um sistema tão importante como o da regulação hormonal, e pode ser um fator que complica o funcionamento do organismo.

Comportamento:
A pessoa pode apresentar, surtos repentinos, geralmente curtos, de:
* Voraz fome.
* Sensação de vazio ou ter a mente em branco.
* Cansaço ou sonolência após as refeições.

Sintomas organicos:
- doenças relacionadas com as taxas hormonais:
* Disfunção Genital (impotência, dismenorréia, etc) ..
* Alterações do funcionamento da próstata
* Problemas Gastro-intestinais (gases, etc) ..
* Distúrbios do metabolismo da glicose ou da gordura (diabetes, obesidade, colesterol etc) ..
* Alterações cíclicas de humor.
* Atraso de desenvolvimento psicomotor.

Nós distinguimos 2 grupos de oligoelementos utilizados , de acordo com a alterações apresentadas:

* Zinco-Cobre: Quando as alterações estão relacionadas com a parte da sexualidade, ou seja, processos hormonais que regulam o desenvolvimento e o bom funcionamento do sistema genital e reprodutivo, tais como disfunções menstruais ou os da próstata. Não deve ser utilizado se houver um processo cancerígeno.

* Zinco-Níquel-Cobalto: Quando as alterações ocorrem no nível pancreático e digestivo. Neste sentido, o complexo Zn-Ni-Co pode ajudar na pré-diabetes, diabetes, obesidade e em alguns controles do processo metabólico como no caso de apetite excessivo.

É importante notar que estes oligoelementos em tratamento isolado raramente irão ajudar. Devem ser utilizados sempre associados com o tratamento da carência, com a suplementação dos minerais encontrados na diátese básica do cliente.

Autor: Xavier Luque – www:enbuenasmanos.com

Faça uma Análise de suas carências minerais e revigore-se!!!
Essa análise pode ser presencial ou por e-mail



Segundo as particularidades de cada cliente, as carências detectadas pelo exame radiestésico possibilita a manipulação da suplementação individualizada que será utilizada diariamente pelo cliente, atraves da aplicação do gel nos pulsos!!

Para isso é necessário fazer a análise radiestésica no consultório ou por e-mail.

Entre em contato por e-mail: mirhyamcanto@uol.com.br ou
por mensagem pelo Facebook: https://www.facebook.com/mirhyamcondecanto   

Oligoterapia no auxílio dos distúrbios do sistema articular

A oligoterapia atua muito bem no tratamento de doenças dos ossos, das articulações e das inflamação que pode afetar pessoas diferentes, desde o esportista ao ancião.

Para a deformação que ocorre na infância e puberdade, como na escoliose (que pode ser considerada como distrofia), são utilizados os oligoelementos: manganês, cobre, e por vezes cobre-ouro-prata.

A síndrome da dor fugaz, que afeta as articulações e não tem um local anatomicamente preciso, é característica da carência de manganês.

A artrose, doença degenerativa que afeta pessoas com idade superior a 40 anos, é tratada com cobalto e manganês.

Se o cliente é igualmente sujeito a exaustão física, será útil a administração dos oligoelementos cobre-ouro-prata.

Quando ocorrem contraturas musculares geralmente existe carência do oligoelemento fósforo.

No processo inflamatório a carência a ser suprida deve ser dos oligoelementos: potássio e magnésio.

Reumatismo inflamatório em suas várias formas são o resultado de toxinas que são depositadas nas articulações, produzindo o foco inflamatório. Portanto, a administração de cobre-ouro-prata, estimula o organismo a defender-se.

Nos casos crônicos, devemos acrescentar os oligoelementos manganês e cobre.

Traduzido do site: http://guide.supereva.it

Faça uma Análise de suas carências minerais e revigore-se!!!
Essa análise pode ser presencial ou por e-mail

Tratar sinusite com oligoterapia

Cabeça pesada, nariz entupido, inchaço do rosto, às vezes febre.
Sinusite pode ser uma doença muito debilitante.

Nos dias úmidos e em cada mudança brusca da temperatura do ar, ocorrem as perturbações típicas da sinusite.
Sinusite é uma inflamação que se origina nos seios paranasais (pequenas cavidades que estão localizadas em cada lado do nariz e testa), e que é causada, geralmente, por bactérias, vírus, e às vezes até por fungos.
Nas formas agudas a administração de oligoelementos (oligoterapia) parece ser uma das melhores opções. Em particular, a administração do oligoelemento cobre, aplicado em forma de gel no antebraço, 3-4 vezes por dia.
Na sinusite crônica, os oligoelementos mais úteis são: manganês, zinco e cobre
A terapia deve prosseguir por, no mínimo, 2 meses, mesmo que os sintomas tenham desaparecido.

traduzido e adaptado de http://guide.supereva.it/oligoterapia

Faça uma Análise de suas carências minerais e revigore-se!!!
Essa análise pode ser presencial ou por e-mail  

O papel do ferro no cansaço e na anemia

O ferro é um mineral muito importante para manter a energia física e prevenir a anemia.

Muitas vezes, o cansaço, o estresse físico com pouca energia pode ser atribuído à falta de ferro.
O ferro participa na formação dos glóbulos vermelhos e da integridade da pele e das membranas mucosas.
Qualquer redução de ferro no sangue, pode ser suprida pela ingestão de ferro presente em quantidade abundante em todas as leguminosas, na couve, no brócolis, nos cereais e nas nozes. entretanto, a absorção do ferro vegetal é aumentada se ingerirmos também alimentos ricos em vitamina C, como pimentões, as frutas cítricas, kiwi e brócolis.
Mas...o vinho tinto, o chocolate, o café e o chá, devem ser evitados nesse período pois devido ao seu conteúdo de tanino, reduzem a absorção de ferro.
Os lacticínios também podem diminuir de forma significativa (entre 30% e 50%) a absorção do ferro vegetal, devido ao seu alto conteúdo de cálcio.

Em caso de fraqueza, anemia, cansaço, etc, (devido à alimentação incorreta) , pode-se administrar o ferro na forma de oligoelemento aplicado via derme, assim, o mineral será absorvido diretamente pela pele-corrente sanguínea, evitando que a sua metabolização seja impedida devido a ingestão de alimentos que impedem sua absorção pela via digestiva.
Dessa forma poderemos recuperar o nível ideal de Ferro no organismo e recuperar a energia perdida muito rapidamente.

Traduzido e adaptado do site: http://guide.supereva.it/oligoterapia

Faça uma Análise de suas carências minerais e revigore-se!!!

Selênio é um dos oligoelementos mais necessários na sua dieta.

A pesquisa revela um grande número de propriedades que vão desde a prevenção do câncer de próstata até melhorar os estados de depressão, ansiedade e fadiga crônica
Este mineral irá mantê-lo com energia ao longo do dia e, sua carência explica o seu cansaço, sua fadiga crônica, ou a sua falta de persistência para alcançar um objetivo, tudo devido a falta deste mineral em sua nutrição.
Juntamente com a vitamina C é um poderoso antioxidante que ajuda a retardar o processo de oxidação celular e, portanto, o seu uso retarda o processo de envelhecimento das células do seu corpo

Dado o seu potencial para neutralizar a ação dos radicais livres e, conseqüentemente, para evitar a queda do sistema imunológico, o selênio é recomendado para bloquear as oxidações celulares.

Devido à sua capacidade de lutar contra radicais livres, de reforçar o sistema imunológico, pode ser um aliado fundamental para evitar certos tipos de câncer. 

Pois a deficiência deste mineral está também associada com cancer do cólon, câncer do fígado, câncer do pulmão além do de próstata. Desempenha um papel na prevenção do câncer da bexiga, de acordo com pesquisas recentes realizada na Bélgica.
A deficiência deste mineral aparece também em pessoas que têm, entre suas doenças, artrite.
Recomenda-se o selênio a fim de preveni-la e também, uma vez constatada, para reprimir os seus efeitos: inflamação e dor.

De uma outra perspectiva nutricional, este oligoelemento também tem entre as suas propriedades a característica de evitar a elevação dos níveis de "mau" colesterol (LDL) no sangue.
Por isso tem um valor preventivo IMPORTANTE para que o sistema cardiovascular funcione corretamente.
Quem precisa mais deste mineral: homem ou mulher?
Os homens estão em maior risco de ter os níveis deste mineral mais baixos do que as mulheres.
Portanto, se você é um homem, você precisa dar mais atenção a este elemento.
A razão disto é porque mais da metade da quantidade de selênio que o homem possui, está nos testículos, nos ductos seminais. Sendo assim, o homem perde selênio através do esperma em cada ejaculação. (Este mineral ajuda a boa formação do esperma).
O bom funcionamento da glândula tiróide está também associado com quantidades adequadas deste mineral na sua dieta.
Este mineral possui uma relação inversa com os estados de fadiga, depressão e ansiedade.  
O indivíduo com falta deste mineral , ou com uma quantidade insuficiente em sua dieta, é mais susceptível apresentar essas doenças.
É eficaz na eliminação de substâncias tóxicas que contenham metais como mercúrio, chumbo, cádmio, presentes em nosso corpo devido a pesticidas encontrados nos alimentos que consumimos. 
O Selênio é um eficaz desintoxicante.

As percentagens mais elevadas de selênio em alimentos estão: nas vísceras dos animais, alho, peixes e frutos secos. O Coco têm um alto teor de selênio.
Outra forma de conseguir a quantidade necessária deste mineral será através de um suplemento nutricional. (indico a Oligoterapia via derme). 
Pesquisa realizada pela internet em sites espanhóis e italianos
Pesquisadores da Nova Zelândia realizaram um estudo com nossas castanhas do Brasil (conhecidas também como castanhas do Pará) e comprovaram que as mesmas são eficientes para melhorar os níveis de selênio no sangue.
O aumento médio nos 59 participantes , que consumiram apenas 2 castanhas ao dia por 12 semanas foi de 64,2%.
O aumento observado na concentração da enzima antioxidante contendo selênio - glutationa peroxidase - variou de 13 a 61% conferindo maior proteção do organismo contra os radicais livres.
Os pesquisadores finalizam a pesquisa indicando o consumo de castanhas do Brasil diariamente.

O artigo foi publicado na edição de fevereiro/2008 do American Journal of Clinical Nutrition.



Faça uma Análise de suas carências minerais e revigore-se!!!
Essa análise pode ser presencial, por e-mail ou via Skype


Metafísica da Saúde - Inimigos Ocultos

Sofre de reumatismo,
Quem se destina aos escombros da tristeza;

Quem vive tropeçando no egoísmo.
Sofre de artrite,

Sofre de bursite,
Quem jamais abre mão; Quem sempre aponta os defeitos dos outros; Quem nunca oferece uma rosa.
Quem não oferta seu ombro amigo;
Quem retesa permanentemente os músculos;
Quem cuida, excessivamente, das questões alheias.

Sofre da coluna,
Quem nunca se curva diante da vida; Quem carrega o mundo nas costas;
Quem não anda com retidão.

Sofre dos rins,
Quem tem medo de enfrentar problemas; Quem não filtra seus ideais;
Quem não separa o joio do trigo.

Sofre de gastrite,
Quem vive de paixões avassaladoras;
Quem costuma agir na emoção;
Quem reage somente com impulsos;
Quem sempre chora o leite derramado.

Sofre de prisão de ventre,
Quem aprisiona seus sentidos;
Quem detém suas mágoas;
Quem endurece em demasia.

Sofre dos pulmões,
Quem se intoxica de raiva e de ódio;
Quem sufoca, permanentemente, os outros;
Quem não respira aliviado pelo dever cumprido;
Quem não muda de ares;
Quem não expele os maus fluidos.

Sofre do coração,
Quem guarda ressentimentos;
Quem vive do passado;
Quem não segue as batidas do tempo;
Quem não se ama e, portanto, não tem coração para amar alguém.

Sofre da garganta;
Quem fala mal dos outros;
Quem vocifera;
Quem não solta o verbo;
Quem repudia;
Quem omite;
Quem usa sua espada afiada para ferir outrem;
Quem subjuga;
Quem reclama o tempo todo;
Quem não fala com Deus.

Sofre do ouvido,
Quem prejulga os atos dos outros;
Quem não se escuta;
Quem costuma escutar a conversa dos outros;
Quem ensurdece ao chamado divino.

Sofre dos olhos,
Quem não se enxerga;
Quem distorce os fatos;
Quem não amplia sua visão;
Quem vê tudo em duplo sentido;
Quem não quer ver.

Sofre de distúrbios da mente,
Quem mente para si mesmo;
Quem não tem o mínimo de lucidez;
Quem preza a inconsciência;
Quem menospreza a intuição;
Quem não vigia seus pensamentos;
Quem embota seu canal com a Criação;
Quem não se volta para o Universo;
Quem vive no mundo da lua;
Quem não pensa na vida;
Quem vive sonhando;
Quem se ilude;
Quem alimenta a ilusão dos outros;
Quem mascara a realidade;
Quem não areja a cabeça;
Quem tem cabeça de vento.

Causa e efeito.
Ação e reação.
Tudo está intrinsecamente ligado.
Tudo se conecta o tempo todo.

E assim , sucessivamente, passam os anos sem que o ser humano conheça a si mesmo.
Somos, certamente, o maior amor das nossas vidas!
Assim como o nosso maior inimigo é aquele que está oculto e que habita,
inexoravelmente, no interior de nós mesmos.

Maurício Santini

Chacras - uma explicação...

Estrelas no céu, estrelas na Terra.
Somos estrelas criadas por Deus-Pai, nossa missão é brilhar e iluminar os caminhos.
Em nossos corpos físicos, temos também milhões de estrelinhas que irradiam a energia pelos nossos poros.
Somos energia em forma condensada e possuímos em nós as luzes que giram em nosso corpo vital, captando para nós a energia cósmica.
Temos em nós verdadeiras estrelas que circulam a energia absorvida por todo o nosso corpo.
Essas estrelas são os nossos Centros de Força ou chacras, que quando harmonizados, fazem com que nos sintamos equilibrados e felizes.

O Básico é o responsável por captar a energia telúrica, mais densa, necessária para a manutenção desse corpo material, com suas funções vitais.

O Gênito-urinário fornece elementos energéticos para a manutenção de uma nova vida que se forma, para as funções de eliminação daquilo que não nos serve mais.

O Digestório ou gástrico ou plexo solar, capta a energia e a transforma em alimento”energético” para todo o corpo, e é a sede das emoções fortes.

O Esplênico auxilia toda a circulação sanguínea, purificando o sangue.

O Cardíaco é a nossa casa dos sentimentos, onde sentimos Amor, e nos relacionamos conosco e com os outros.

O Laríngeo é o centro de força da expressão, tanto falada, escrita ou artística, é a ligação do sentir (cardíaco) com os centros mais “espirituais” do saber e do querer (frontal e coronário).

O Frontal, é o centro responsável pelo discernimento, inteligência, clarividência e intuição. Este centro de força, quando associado ao cardíaco, nos dá o equilíbrio entre a razão e a emoção.

O Coronário, sede da nossa ligação com a energia espiritual, liga-se diretamente ao mundo espiritual, elevando o nosso padrão vibratório, colocando em nós a certeza do nosso próprio poder como Filhos de Deus.

Nós somos estrelas vestidas de carne, que temos um propósito maior:

ascender e evoluir sempre!


Psicografia recebida em 03/2002

AS cores e a vida

As cores fazem parte integrante da Natureza e portanto do nosso dia a dia.
Cada cor possui um comprimento de onda específico que nos atinge e que atua em nós de várias maneiras, como são ondas de energia, penetram pela nossa aura (campo energético) e produzem efeitos variados no corpo físico, emocional e mental.
O Sol, astro-rei que nos ilumina, traz vida ao planeta e a todos os seres vivos, temos pela refração da luz solar o Arco-íris, com suas 7 cores transformando o branco puro em 7 tonalidades variadas: Vermelho, Laranja, Amarelo, Verde, Azul, Índigo e Violeta.
Desse espectro de Cores temos as cores:
Estimulantes: Vermelho, Laranja e Amarelo,
Equilibrante: Verde
Calmantes: Azul, Índigo e Violeta
Existem cores que preferimos e outras das quais não gostamos, isto tem relação com o nosso estado de espírito momentâneo ou mesmo a nossa personalidade.
Podemos então influenciar-nos, ou influenciar o ambiente, através do uso de cores em nossas roupas, da escolha de determinada cor em nosso ambiente de trabalho, podemos também utilizar esse recurso poderoso doado por Deus para cuidarmos de nossa saúde, seja ela física ou emocional.

A seguir as aplicações das cores, suas características e o porquê da preferência por cada uma:
Vermelho: É superestimulante, produz desejo, energia, impulso sexual. Dá iniciativa, força de vontade. É sensual e estimula a ação. Estimula o espírito, dá mais energia, concentração e extroversão.
A pessoa que gosta dessa cor tem grande magnetismo pessoal. É dinâmico e empreendedor, mas dono de um temperamento instável. Líder nato.

Laranja: É estimulante, considerada a cor da Alegria, da tolerância, do equilíbrio.
Traz o otimismo mental, dá sensação de bem-estar, fortalece a energia sutil, traz equilíbrio.
A pessoa que gosta dessa cor é alegre, de bem com a vida, possui equilíbrio e sabe manter-se mesmo nas adversidades.

Amarelo: É a cor do desprendimento, produz relaxamento, brilho, desinibição. Promove a liberação de forças negativas e limpa os acúmulos da mente: ansiedade, tensão, complexos, etc.
É revitalizante mental, combate a melancolia e a depressão, estimula o intelecto, traz a concentração.
A pessoa que gosta dessa cor gosta de mudanças constantes (como o Sol que está sempre em movimento), é dessa maneira que dá vazão à sua capacidade de transformação e de adaptação

Verde: É a cor ligada à força de vontade e determinação, da autoconfiança, amor-próprio e autoconfiança. Acalma a cólera, a insônia e a tensão nervosa, equilibra as desordens emocionais e psiquicas, elimina medos e manias.
A pessoa que gosta dessa cor tem opinião própria e não se deixa levar por modismos. Por isso é conservador. Tem grande capacidade de superar situações difíceis.

Azul: É uma cor calmante, cor da serenidade, do afeto, da paz. Estimula a compaixão, a segurança. É unificadora, leva à concentração. Combate o egoísmo, favorece a intuição.
A pessoa que gosta dessa cor sabe o que quer, como quer e de que maneira obter o que deseja. Tem confiança em si e nos outros, é constante e sereno.

Violeta: Mescla de vermelho e azul, unifica as propriedades dos dois. Promove a integração entre as partes e o todo. Equilibra corpo e mente.
A pessoa que gosta dessa cor tem uma sensibilidade aguçada. Sua busca é no sentido espiritual da vida.

Marrom:or da família, das raízes. Promove a convivência, a tolerância, a paz nos relacionamentos. Leva a aceitação das normas sociais. Oferece vitalidade, mas de forma moderada, lentamente. Regula estados alterados físicos e psicológicos.
A pessoa que gosta dessa cor é apegado à família e aos amigos. Não gosta de mudanças bruscas. É disciplinado, organizado e metódico.

Cinza: É a cor da neutralidade, passando a sensação de estabilidade. Favorece o autoconhecimento, ajuda a manter a mente em equilíbrio.
A pessoa que gosta dessa cor procura equilíbrio e paz. Pode estar vivendo algum conflito e busca soluciona-lo. Procura isolar-se para fazer uma auto-análise e compreender as coisas.

Preto: É a ausência de cor. Favorece a introspecção, a meditação e o autoconhecimento. Prefere também o isolamento.
A pessoa que gosta dessa cor tem seus próprios valores. É introspectivo, calado, melancólico.

Com essas informações, conecte-se com a vida, com a Natureza, use as cores a seu favor e seja muito feliz!!!

Como manter a forma com o passar do tempo

Você engordou alguns quilos com o passar dos anos e descobriu que é quase impossível eliminá-los?

Acredite, a maior parte da culpa, cabe ao seu metabolismo que vai ficando mais lento com o passar do tempo, assim precisamos de MENOS alimento para faze-lo funcionar.


Se comermos a quantidade do que comíamos há dez anos, certamente acumularemos gordura, porque agora não necessitamos de tanta energia!!

Outro fator que auxilia nossas “mudanças”, é a perda da massa muscular (aos 70 anos teremos 1/3 da massa muscular que possuímos aos 20 anos), e a medida em que perdemos músculo, ganhamos gordura (que faz com que o metabolismo também diminua de ritmo, pois o músculo queima calorias muito mais rapidamente do que a gordura).

Mais uma mudança: com o passar do tempo, diminuímos em altura!!
Isso se deve a um desgaste geral da coluna vertebral em conjunto com a perda gradual da massa óssea.
Isto tudo é fisiológico e natural, mas, para retardarmos ao máximo esse processo, devemos mudar hábitos cotidianos.

Vamos lá...
Motive-se – Você está tendo AGORA oportunidade de preservar sua saúde e sua forma.

Pare de se culpar por coisas que você fez ou deixou de fazer, como já disse, essas mudanças são fisiológicas, como foi fisiológica a sua mudança na adolescência !! (Lembra-se??)
Mas lembre-se sempre, tudo é uma questão de escolha...
Ninguém lhe obriga a comer o que não quer...
Preste bastante atenção...
Enxergue-se ... por completo...
Assuma a responsabilidade por tudo o que você faz com você mesmo (tanto das coisas boas, como das ruins...)
Melhore a sua Qualidade de Vida!
Se dê o direito de ter Prazer e não o dever de ter só Obrigações!
Respeite a si mesmo.
Você é a pessoa mais importante do Universo.
Só você vive COM você, e como está sendo essa convivência?
Não exija demais – Se esticar demais , a corda pode arrebentar...
Decida-se por um peso que faça você se sentir bem, lhe dê boa aparência, que seu metabolismo funcione bem e que possa ser mantido (o peso escolhido) sem muito sacrifício!!

A importância dos exercícios...

Além da introdução de alimentos corretos no seu dia a dia e o abandono de alimentos prejudiciais, o hábito regular da prática de exercícios físicos, também é de fundamental importância para melhorar o seu metabolismo, o seu estado de humor e a sua energia.
O exercício é a melhor estratégia individual para uma vida longa e saudável, pois pode melhorar sua saúde, sua aparência física, sua sensação de bem-estar e até sua expectativa de vida.
Há indícios de que os exercícios protegem contra doenças como osteoporose, câncer do cólon, diabetes e muitas outras, e também previne a morte causada por problemas cardiovasculares.
O exercício também aumenta a força, eleva o ritmo do metabolismo, substitui o tecido gorduroso pela massa muscular, e queima calorias.
A não ser por contusões, não há nada que o contra-indique.
Descubra alguma modalidade (ou várias) que você não deteste, que até aprecie, e que consiga executar semana após semana.
Embora por si só, o exercício não seja muito eficaz para fazer você perder peso, ele pode representar a diferença entre o sucesso e o fracasso, quando acompanhado de um plano alimentar sensato.
O exercício queima calorias, aumenta a proporção do músculo em relação à gordura corporal, o que, por sua vez, acelera o metabolismo, fazendo com que o corpo queime mais calorias, mesmo quando em repouso.

Vantagens de adotar esse hábito...para sempre!!:

- Cada pouquinho ajuda...
Caminhar 2 ou 3 quadras, subir um lance de escadas...ajuda a diminuir a pressão arterial, restituindo-a a seus níveis normais.

- Mais magro pesando a mesma coisa...
Pois é, as roupas estão folgadas, mas a balança registra o mesmo peso!!!
Isto acontece porque o exercício lhe ajuda a diminuir medidas (um quilo de músculo é mais compacto que um quilo de gordura)

- Resultados duradouros, você conseguirá manter-se magro quando se exercita regularmente.

- Aumento da resistência às doenças (gripes, etc)

- Colesterol mais baixo com exercício, diminui o nível do colesterol HDL

- BOM HUMOR – menos depressão e mais ação!!

- Oxigênio para o cérebro...
Melhora da memória e até da rapidez mental

- Melhor eficácia da insulina:
As pessoas que se exercitam contraem cerca de 40% menos a diabetes que surge na idade adulta, do que as que não se exercitam!

- Vida mais longa.-
Pesquisas demonstram que os homens que gastam 2000 calorias por semana em atividades físicas acrescentam 2,5 anos à sua expectativa de vida.

- BONS HÁBITOS intestinais...
O exercício tende a fazer os detritos passarem mais rapidamente pelo intestino, favorecendo a evacuação e, provavelmente reduzem a chance de câncer do cólon.

- Benefícios para os ossos:
Os exercícios aumentam a massa muscular, fortalecendo os ossos em que estão inseridos, desse modo afastando a osteoporose.

 Texto publicado do site de Ana Maria Braga em 25 de novembro de 2010  - mirhyamcanto@uol.com.br / (11) 2296-9255 ou (11) 98489-3858.

FALTA DE LÍQUIDOS NA TERCEIRA IDADE

Sempre que dou aula de Clínica Médica a estudantes do quarto ano de Medicina, lanço a pergunta:

"Quais as causas que mais fazem o vovô ou a vovó terem confusão mental?"

Alguns arriscam: "Tumor na cabeça? "
Eu digo: "Não".
Outros apostam: "Mal de Alzheimer?"
Respondo, novamente: "Não".

A cada negativa a turma espanta-se.

E fica ainda mais boquiaberta quando enumero os três responsáveis mais comuns:
- diabetes descontrolado;
- infecção urinária;
- a família passou um dia inteiro no shopping, enquanto os idosos ficaram em casa.


Parece brincadeira, mas não é.

Constantemente vovô e vovó, sem sentir sede, deixam de tomar líquidos.

Quando falta gente em casa para lembrá-los, desidratam se com rapidez.

A desidratação tende a ser grave e afeta todo o organismo.

Pode causar confusão mental abrupta, queda de pressão arterial, aumento dos batimentos cardíacos ("batedeira"), angina (dor no peito), coma e até morte.

Insisto: não é brincadeira.
Ao nascermos, 90% do nosso corpo é constituído de água.
Na adolescência, isso cai para 70%.
Na fase adulta, para 60%.
Na terceira idade, que começa aos 60 anos, temos pouco mais de 50% de água.
Isso faz parte do processo natural de envelhecimento.
Portanto, de saída, os idosos têm menor reserva hídrica..

Mas há outro complicador:
mesmo desidratados, eles não sentem vontade de tomar água, pois os seus mecanismos de equilíbrio interno não funcionam muito bem.

Explico: Nós temos sensores de água em várias partes do organismo.

São eles que verificam a adequação do nível.

Quando ele cai, aciona-se automaticamente um "alarme".

Pouca água significa menor quantidade de sangue, de oxigênio e de sais minerais em nossas artérias e veias.

Por isso, o corpo "pede" água.

A informação é passada ao cérebro, a gente sente sede e sai em busca de líquidos.

Nos idosos, porém, esses mecanismos são menos eficientes.

A detecção de falta de água corporal e a percepção da sede ficam prejudicadas.

Alguns, ainda, devido a certas doenças, como a dolorosa artrose, evitam movimentar-se até para ir tomar água.

Conclusão:
Idosos desidratam-se facilmente não apenas porque possuem reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de água em seu corpo.

Além disso, para a desidratação ser grave, eles não precisam de grandes perdas, como diarréias, vômitos ou exposição intensa ao sol.

Basta o dia estar quente ou a umidade do ar baixar muito - como tem sido comum nos últimos meses.

Nessas situações, perde-se mais água pela respiração e pelo suor.

Se não houver reposição adequada, é desidratação na certa.

Mesmo que o idoso seja saudável, fica prejudicado o desempenho das reações químicas e funções de todo o seu organismo.

Por isso, aqui vão dois alertas.

O primeiro é para vovós e vovôs: tornem voluntário o hábito de beber líquidos.

Bebam toda vez que houver uma oportunidade.

Por líquido entenda-se água, sucos, chás, água-de-coco, leite.

Sopa, gelatina e frutas ricas em água, como melão, melancia, abacaxi, laranja e tangerina, também funcionam.

O importante é, a cada duas horas, botar algum líquido para dentro.

Lembrem-se disso!

Meu segundo alerta é para os familiares:


Ofereçam constantemente líquidos aos idosos.

Lembrem-lhes de que isso é vital.

Ao mesmo tempo, fiquem atentos.

Ao perceberem que estão rejeitando líquidos e, de um dia para o outro, ficam confusos, irritadiços, fora do ar, atenção.

É quase certo que esses sintomas sejam decorrentes de desidratação.

Líquido neles e rápido para um serviço médico.

Arnaldo Lichtenstein, médico, é clínico-geral do Hospital das Clínicas e professor colaborador do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

Recebi por e-mail e achei inportantíssimo !!!

Polaridades Yin e Yang – entendendo a MTC

Quando notamos que alguém é calmo, é porque temos referência do que é ser agitado.
Se falarmos de calor é porque conhecemos o frio.
Todos nós temos nosso lado quente e nosso lado frio, o nosso lado generoso e nosso lado mesquinho, por vezes equilibrados, por vezes tendendo mais para um lado do que para o outro. Tudo o que existe apresenta uma polaridade.
Nada é só YIN ou só YANG.
Nada é só positivo ou negativo.
Forças antagônicas são complementares e necessárias.

No Su Wen, livro básico da medicina chinesa, destacam-se diagramas cuja tradução é a seguinte:

"O céu é o acúmulo de YANG. A terra é o acúmulo de YIN."
“O fogo é YANG. A água é YIN.”
“YANG é a agitação. YIN é a serenidade.” (Su Wen - cap. 5)

“O céu e o sol são YANG. A terra e a lua são YIN." (Su Wen - cap.6).
“Dentro do YANG tem o YIN. Dentro do YIN tem o YANG." (Su Wen - cap. 66).

O predomínio da energia YANG está no dia, na primavera e verão, no masculino, no calor, na luz, na extroversão. no movimento, na força, no exterior, no tônico.
O predomínio da energia YIN está na noite, no outono e inverno, no feminino, no frio, no escuro, na introversão, na quietude, na fraqueza, no interior, no flácido.

Todos temos nosso lado YIN e nosso lado YANG; não há noite sem dia, ódio sem amor e homem sem mulher.
As mulheres são essencialmente YIN, mas todas trazem em si um lado masculino, que é YANG, umas mais e outras menos.
Os homens são mais YANG, mas todos trazem em si um lado feminino que é YIN, uns mais e outros menos.
Em nossos corpos e temperamentos espelham-se os nossos predomínios YIN e YANG, que podem variar durante a vida.

Os cinco elementos

Os movimentos do Tao, através das polaridades Yin- yang geram os cinco movimentos, ou os cinco elementos: madeira-fogo-terra-metal-água, cuja integração e inter-relações propiciam as fases de transformação da energia na Natureza e, portanto, no homem.
Por isso, os conceitos de yin-yang e dos cinco tipos de transformações de energia encontram naturalmente aplicação prática na medicina oriental, especialmente na chinesa e na indiana.
Os antigos orientais perceberam que a doença, às vezes, causava dores em certas áreas da pele; e que essas dores desapareciam ao se efetuar uma cura.
Eles verificaram também que o uso de toques, sedativos ou estimulantes, em diversos pontos do corpo, afetavam o funcionamento de órgãos internos.
E dessa forma nasceu o maravilhoso modo de curar pela visão oriental!!!

Introdução ao pensamento da Medicina Tradicional Chinesa (MTC)

O que é Ki???

O universo físico consiste num ambiente de energia que nos envolve e que nos permeia, assim, desde a menor de todas as células até as maiores galáxias no espaço, toda a existência é gerada e perpetuada por uma energia sutil, denominada Ki, uma força vital, que coexiste em todas as coisas que existem no universo, uma espécie de sopro vital que anima o Cosmos. Esse campo de energia universal é a essência do próprio universo, que mantém as estrelas em suas rotas, que produz os buracos negros, que mantém a rotação dos planetas em torno do Sol, que sustenta a vida na Terra.

Como escreve Fritjof Capra, em seu livro “O Tao da física”:

"À semelhança do que se verifica na teoria quântica dos campos, o campo ou o Ki não é apenas a essência subjacente a todos os objetos materiais, mas também transporta suas interações mútuas.
É a essência suprema do Universo, envolvendo-o e movimentando-o a partir do seu interior, permeando todas as partículas que o compõem, por mínimas que sejam, onde uma parte de cada um sustenta a outra parte e, ao mesmo tempo, é a causa suprema e a sua última conseqüência, inteiramente contida em si mesma”.

Assim, os antigos sábios ancestrais nos ensinaram que:

“Cada um de nós existe no Ki e que o Ki está dentro de nós”

O que é o Tao?

Se para os ocidentais “no início era o Verbo”, para os chineses “no início era o Tao”.
Simbólica, a cultura oriental, afirma que o Tao não pode ser definido e o cosmos é uma manifestação do indefinível.
Segundo o taoísmo, antes do Universo existia o Nada e nele havia o Tao.
Esse vazio foi “fecundado” pelo desejo de criação, expresso por duas forças complementares, as polaridades Yin e Yang, que, com dois sexos unidos, geraram a vida.

Mesmo romântica, essa alegoria resume a explicação da filosofia Taoísta para a criação do mundo.




A energia Ki expressa-se na Natureza dividida em duas polaridades opostas e complementares, yin e yang que permanecem em constante movimento.
Este equilíbrio dinâmico constitui o Tao:

“A contínua interação entre os opostos”

Os sábios taoístas compreendiam que a transformação e a mudança são características essenciais da Natureza:

“Na transformação e crescimento de todas as coisas, cada broto, e cada característica apresentam sua forma própria. Nessa, observamos sua maturação e decadência graduais, o fluxo constante de transformação e mudança”.

(Chuang Tse) (livro O Tao da Física – cap. 22 - pág.91 - trad. James Legge)

Desta forma, o funcionamento do indivíduo, como do universo, depende do movimento equilibrado e da harmonia entre as polaridades.
A partir da noção de que os movimentos do Tao são uma contínua interação entre os opostos, o processo de vida é visto como algo dinâmico, não possuindo condições estáticas, estando em constante movimento e evolução.