Um pouco sobre mim...

Minha foto

Sou alguém que se encanta pela vida no dia a dia, descobrindo sempre novas formas de agir, se melhorando e tentando melhorar o seu redor. Acreditando que a Luz está dentro de cada um e que ela deve iluminar sempre a caminhada. Tenho como intenção: fazer amigos, aperfeiçoar a vida, dedicar-me às boas obras, promover a verdade e reconhecer nos semelhantes meus irmãos de caminhada. Descobrindo sempre mais e mais de vários mundos: Mundos terapêuticos, ideais, sustentáveis, mágicos, de Paz...

12 de set de 2011

É Primavera!!!!


 
Depois que passamos pela quietude e introspecção que o inverno nos sugere, aos pouquinhos o Sol aparece com seu brilho mais consistente, seu calor aquece os nossos corações gelados e a primavera vai se aproximando passo a passo.

Ela traz de volta o canto dos pássaros, sua disposição e faz brotar em nós o sentimento de renovação!
É a fase do ano onde a natureza mostra seus brotos mais tenros , que despertam do solo onde ficaram adormecidos durante o inverno.
É época de florescer as esperanças, de encontrar o parceiro e de mãos dadas sonhar com o futuro.

A energia da primavera  é comandada pelos ventos que varrem a lassidão para bem longe e nos faz arregassar as mangas e ir com passos resolutos ao encontro de nossa Felicidade.

É o período de celebrar as mudanças de nosso corpo, pois nessa estação do ano ficamos mais ativos, dormimos menos, comemos menos e gastamos mais tempo ao ar livre.
Época do amor, de promessas e de decisões, pois a Terra e a Natureza despertam para uma nova vida.
Assim, esse é o momento de plantar e cultivarmos nossas "sementes" (metas e objetivos).

A primavera é a fase da criação. O vento bate espalhando as sementes na terra preparada pelo inverno, dando origem a novas vidas. Neste momento tudo está pronto para se  desenvolver; depois de uma boa noite de sono podemos acordar  e compartilhar do florescer da natureza, é a fase de selecionar a energia do corpo e viabilizá-la de dentro para fora.

Quando estamos em equilíbrio com os ciclos da natureza, neste periodo do ano "floresce" dentro de nós uma contentamento e vontade de transformar nossa realidade em algo melhor!

Na Medicina Tradicional Chinesa (MTC), o elemento regente dessa época é a madeira.
Esse elemento representa a geração de uma nova vida, o período de gestação e os primeiros 9 meses de vida do ser humano. Representa também a criatividade e a capacidade de mudar!
Toda vida vegetal começa com uma semente no interior da terra, que após um período de interiorização, surge como um broto ávido de luz, espaço e ar para se tornar uma muda e depois uma árvore.
Para que todas essas transformações aconteçam e necessário a flexibilidade para a mudança!!

A sabedoria ancestral chinesa recomenda:

Aceitar tudo que vier da criação: é tempo de não julgar, de tentar desnudar o preconceito, como fazem as crianças em sua pureza. É tempo de aceitar o outro e despir-se do olhar crítico.
A criação é parte da primavera , que faz germinar, renovar.
É tempo de criar, e a arte pode ser uma bela expressão de comunhão com o sentimento de primavera. Criar uma música, um bordado, uma pintura, uma dança, por exemplo, faz com que nos aproximemos de nossas essências.

Dar e não tomar a força: exercitar a generosidade nos dá a sensação de limpeza da alma, nos refresca, como a brisa, como um belo banho.

Recompensar e não punir: dentro do exercício da generosidade, recompensar as belas atitudes, recompensar também com afeto o trabalho dos empregados, refletir antes de usar palavras ou atitudes duras de repreensão; observar o olhar daquele que errou.
 
Em nosso metabolismo, os órgãos que mais atuam nessa relação de irromper a energia concentrada, controlando várias substâncias e regendo o metabolismo, são o Fígado e a Vesícula Biliar, (que  assessora o Fígado) agindo nas decisões dentro do processo de seleção (secreção da bile).

Esta força do irromper se caracteriza na energia do impulso, da vontade de agir, e o descontrole desta energia pode levar a pessoa ao excesso Yang da ira, da cólera, que indica a falta de flexibilidade e capacidade de criar, de gerar uma nova situação.

Utilize essa energia positivamente, alavancando seus projetos ao invés de desperdiçá-la ficando irritado com pessoas ou situações!!!

E tome muito cuidado, pois se a cólera se mantém interna numa atitude YIN de introspecção, prolifera por dentro enquanto a pessoa se mostra simpática por fora, gerando aumento da pressão arterial, gastrites e enxaquecas!! .

Os músculos e tendões estão relacionados com o movimento do nosso corpo e por essa razão são co-relacionados com o elemento madeira , portanto nessa época do ano estamos mais propensos à câimbras, contraturas, estiramentos, etc


O OUE COMER NA PRIMAVERA:

Após a "comilança" de alimentos caloricos no inverno, o fígado precisa descansar na primavera.
Para não importunar o sistema regido pelo Fígado e Vesícula, é importante evitarmos ingerir alimentos fortes e misturas que dêem muito trabalho para serem metabolizadas,
É a hora de alimentos mais leves!
As hortaliças cruas (principalmente as de folhas verde-escuras) como espinafre, agrião, rúcula, almeirão e escarola e os  brotos são benvindos!!
As frutas (principalmente as vermelhas) como morangos, melancias, amoras,  tonificam esses órgãos e devem ser consumidas diariamente.
Faça uso das carnes brancas de aves e peixes
Consuma cereiais integrais: arroz integral. milho, massa integral, aveia, trigo, germe de trigo, raízes e tubérculos: inhame, batatas (todos os tipos), cenoura crua, beterraba ralada, nabo.
Utilize os temperos: limão, azeite extravirgem, salsa, cebolinha e hortelã.
E tome os chás de boldo, carqueja, capim-limão e hortelã
Experimente fazer um suco com hotaliças ou de frutas com hortelã e sinta a sensação de renovação e de tesintoxicação que proporciona!!
Evite frituras, doces, alimentos fortes e gordurosos, bebidas alcoólicas e carne bovina


A caracteristica climática é o Vento!!!
E na MTC o pior vilão é o Vento Perverso com mudanças repentinas de temperatura!! Então, proteja-se!!
Na nuca possuímos pontos de acupuntura denominados "portões dos ventos"!, assim essa região deve sempre estar protegida de uma possível  "invasão indesejada" do vento perverso!!
Faça uso de cachecol, echarpes, etc. Você ficará protegido e com muito estilo!!
Não se exponha, com os cabelos molhados!!
(Pareço a minha avó falando!! – mas os antigos sabiam intuitivamente daquilo que hoje vamos estudar...)
Ao voltar pra casa, após tomar uma "friagem" tome um banho quente, ou faça escalda-pés, para que esse "esfriamento" não acarrete problemas de saúde.


Recepcione a Primavera com seu coração aberto a um novo florescer!!
Saia e passeie em contato com a Mãe-Natureza!!
Faça novos amigos
Coloque flores em sua casa e em sua vida!!
Seja feliz e tenha gratidão por tudo !!

Dieta dos pensamentos


Você já reparou no que mais lhe incomoda?
Se prestar atenção, vai perceber que a maioria está relacionada com emoções negativas que carregamos dentro de nós e nem nos damos conta.

Guardamos muitos sentimentos "pesados" e, por essa razão, acabamos tornando a nossa própria vida difícil de carregar.
"Se guardássemos sentimentos da mesma forma com que guardamos fotografias, com certeza o mundo seria bem melhor e a nossa vida mais leve e prazerosa!!"

"Exceto os profissionais da perícia, quem, em sã consciência, guardaria recordações de um mau momento?
De uma enfermidade ou situação dolorosa?"


Por essa razão, devemos nos fazer essa pergunta freqüentemente:
"Por que guardamos em nosso coração sentimentos ruins, como mágoa, rancor, inveja e outros???"

Assim como no plano físico, esses "alimentos" emocionais são considerados impróprios para consumo, mas vivemos nos empanturrando deles.
Por isso, que tal começarmos a nos "alimentarmos" de forma verdadeiramente mais leve?
"Fazermos uma bela faxina em nossas emoções, com certen za aliviará o peso que carregamos (em todos os sentidos)".

Vamos jogar fora mágoas, ressentimentos, julgamentos.
Vamos respirar fundo e na expiração retirarmos de dentro de nós tudo o que não for bom, belo e prazeroso.

Sugero uma "tarefa": faça uma redação, não importa a quantidade de linhas ou se o seu português estará correto, o que realmente irá importar é a sinceridade em abrir o seu coração e colocar no papel todos os conflitos que lhe afligem.
Não se preocupe, ninguém irá ler o que você escrever, além de você mesmo, mas, experimente, escreva o que não pode ou consegue dizer.
Quando terminar, queime a folha e sinta que o fogo desse momento também transforma em cinzas tudo aquilo que apertava o seu peito.
Nesse momento, queimando essas ‘calorias', com certeza você se sentirá mais leve!

Depois de tudo limpo, arejado, seu único trabalho será manter o local em ordem e com bastante claridade.
Isso requer disciplina, a troca constante das expectativas por outras cada vez melhores, a abertura das janelas para que novos sonhos e projetos possam entrar e a manutenção da porta para que ela esteja sempre aberta para que, nessa "casa", a alegria, a felicidade e a esperança possam morar!

Esse pode ser o seu projeto de Primavera, de uma vida nova , uma Dieta de Pensamentos, para que a vida seja bem mais LEVE !!!

E, se você ainda sente alguma "dor" ou carrega algum "fardo", confira o texto de Maurício Santini...
Com certeza, você vai ver o mundo a sua volta com outros olhos...

"Sofre de reumatismo,
Quem se destina aos escombros da tristeza.

Quem vive tropeçando no egoísmo,
Sofre de artrite.

Sofre de bursite,
Quem jamais abre mão,
Quem sempre aponta os defeitos dos outros,
Quem nunca oferece uma rosa,
Quem não oferta seu ombro amigo,
Quem retesa permanentemente os músculos,
Quem cuida, excessivamente, das questões alheias.

Sofre da coluna,
Quem nunca se curva diante da vida,
Quem carrega o mundo nas costas,
Quem não anda com retidão.

Sofre dos rins,
Quem tem medo de enfrentar problemas,
Quem não filtra seus ideais,
Quem não separa o joio do trigo.

Sofre de gastrite,
Quem vive de paixões avassaladoras,
Quem costuma agir na emoção,
Quem reage somente com impulsos,
Quem sempre chora o leite derramado.

Sofre de prisão de ventre,
Quem aprisiona seus sentidos,
Quem detém suas mágoas,
Quem endurece em demasia.

Sofre dos pulmões,
Quem se intoxica de raiva e de ódio,
Quem sufoca, permanentemente, os outros,
Quem não respira, aliviado, pelo dever cumprido,
Quem não muda de ares,
Quem não expele os maus fluidos.

Sofre do coração,
Quem guarda ressentimentos,
Quem vive do passado,
Quem não segue as batidas do tempo,
Quem não se ama e, portanto, não tem coração para amar alguém.

Sofre da garganta,
Quem fala mal dos outros,
Quem vocifera,
Quem não solta o verbo,
Quem repudia,
Quem omite,
Quem usa sua espada afiada para ferir outrem,
Quem subjuga,
Quem reclama o tempo todo,
Quem não fala com Deus.

Sofre do ouvido,
Quem prejulga os atos dos outros,
Quem não se escuta,
Quem costuma escutar a conversa dos outros,
Quem ensurdece ao chamado divino.

Sofre dos olhos,
Quem não se enxerga,
Quem distorce os fatos,
Quem não amplia sua visão,
Quem vê tudo em duplo sentido,
Quem não quer ver.

Sofre de distúrbios da mente,
Quem mente para si mesmo,
Quem não tem o mínimo de lucidez,
Quem preza a inconsciência,
Quem menospreza a intuição,
Quem não vigia seus pensamentos,
Quem não se volta para o Universo,
Quem vive no mundo da lua,
Quem não pensa na vida,
Quem vive sonhando,
Quem se ilude,
Quem alimenta a ilusão dos outros,
Quem mascara a realidade,
Quem não areja a cabeça,
Quem tem cabeça de vento.

Causa e efeito.
Ação e reação.
Tudo está intrinsecamente ligado.
Tudo se conecta o tempo todo.

E, assim, sucessivamente, passam os anos sem que o ser humano conheça a si mesmo. 
Somos, certamente, o maior amor das nossas vidas! 
Assim como o nosso maior inimigo é aquele que está oculto e que habita, inexoravelmente, no interior de nós mesmos".

Do-in - automassagem traz equilíbrio e autoconhecimento




 Para tomar conta de si, é importante ter uma rotina diária que inclua:
- momentos de paz (interiorização ou meditação),
- exercícios,
- boa alimentação,
- higiene,
- dose certa de repouso sempre que necessário,
- roupas adequadas ao lugar e ao momento,
- seu lar,
- ter prazer,
- ter um (ou vários) desafio pessoal,
- intimidade e
- amigos.
Isso tudo com uma boa dose de amor lhe trará um estado de harmonia interior, saúde emocional e grandes recompensas.
É claro que as suas necessidades pessoais variarão com o decorrer das semanas e dos anos.

Seja flexível.

O que está correto num certo período pode não o ser em outro.
Tome as rédeas de seu caminho e desfrute da dádiva da vida!
Para auxiliá-lo nessa busca, o do-in (automassagem) lhe traz a manutenção do equilíbrio energético e emocional e o autoconhecimento que fará com que, cada vez mais, você se conheça!

Pratique diariamente e sinta a diferença de disposição!

Curso de Do-in em 3 horas - com apostila e certificado de  Participação!
Apostila em pdf enviada por e-mail - R$20,00 por depósito antecipado.

mais informações pelo e-mail: mirhyamcanto@uol.com.br

8 de set de 2011

Jacques Ménétrier (1908-1986)

 

Antigo interno dos Hospitais de Paris, Antigo Secretário geral da Fundação Carrel, Médico Inspector-Geral de medicina do trabalho, Presidente fundador do Centro de Pesquisas Biológicas, Membro da Sociedade de Patologia Comparada e da Associação francesa para o avanço das ciências
O Dr. Jacques Ménètrier nasceu em 1908 e morreu em 1986 com a idade de 78 anos.
Entre as suas numerosas publicações, ele define uma medicina que actua pela presença de catalisadores.
Na lista das suas obras, as três obras de base são :Introdução á medicina funcional (1954); Este Mundo Polarizado (1958) e As Diáteses (1958)
A medicina funcional é praticada no mundo inteiro e tem apresentado muito bons resultados, quer sozinha, quer conjugada com a terapêutica homeopática. 
Bibliografia J.Ménétrier:

1939. Considerações sobre as receptividades ás doenças , (Vigot, 1939.).
1941.A Medicina do Trabalho, (Bernard, 1941).
1946.A esperança do abismo (Vigneau, 1946).
1947.A via colectiva  (Plon, 1947).
1954.Introdução á medicina funcional (Pacomby, 1954).
1956. Elogio da Incerteza  (La Colombe, 1956).
1958. Este mundo Polarizado, (Julliard éditeurs, 1958).
1958.As Diateses(Le François, 1958).
1967.Introdução a uma psicofisiologia experimental  (Le François, 1967).
1970.A doença em mutação  (Castermann, 1970).
1974.A Medicina das Funções (Le François, 1974).
Sobre J.Ménétrier:

Texto by A.Pires -Imagem by Internet

OLigoterapia (suplementação de minerais via derme) - Perguntas e Respostas


Qual a importância dos minerais  na saúde?
Nosso corpo funciona atraves de reações químicas  entre as enzimas, e o metabolismo utiliza minerais em doses muito pequenas (os oligoelementos) como o selênio, fósforo, manganês, zinco, ferro e cobre -  que são encontrados naturalmente no organismo, e que as funções enzimáticas- por isso são chamadas de catalisadores – que fazem o nosso corpo funcionar: participam de um número importante de reações fisiológicas.
Cada oligoelemento (micronutriente mineral) tem a sua função específica e age para estimular e produzir determinadas substâncias que são indispensáveis para o bom funcionamento do corpo.
Todos os outros nutrientes, incluindo as proteínas, os carboidratos, as gorduras, as vitaminas e as enzimas necessitam de uma variedade enorme de oligoelementos

Quais os sintomas da falta de minerais?
A carência dos minerais favorece o aparecimento da ansiedade, nervosismo, stress, depressão e outras disfunções, que trazem sintomas desconfortáveis, não detectáveis em exames convencionais, mas incômodos e aflitivos às pessoas acometidas.
Sem sua presença ativa no organismo, estas funções são prejudicadas, algumas reações físico-químicas não acontecem ou tornam-se lentas.
E daí o corpo se desequilibra e vira terreno fértil para oscilações de peso, mau humor, cansaço, depressão, irritabilidade.
“Muitas vezes, não há carência dos oligoelementos, eles estão apenas desativados pela ação do stress, da poluição, da alimentação inadequada...
Esse estado pode provocar males que na primeira fase dão lugar aos males funcionais.
Um quadro típico da falta/desativação desses minerais é quando exames clínicos indicam taxas normais mas você não se sente bem.

O que é Oligoterapia? 

A Oligoterapia é uma terapia holística, mais conhecida na Europa desde 1930 (temos então 80 anos de atuação) e é conhecida também como terapia das funções, é considerada uma terapia suave, porque  trata o doente e não a doença. Ela trata o “doente” como um todo, restaurando o equilíbrio do metabolismo, dessa forma    aumenta as defesas naturais e começa a defender-se, equilibrando a  energia vital, age diretamente no nível celular suprindo as necessidades orgânicas de cada indivíduo e por acréscimo, cuida-se então dos sintomas, começamos no geral melhorando sua qualidade de vida, nutrição e outros.
Assim, o indivíduo equilibrado no âmbito físico, emocional, mental e ambiental. consegue reagir sozinho às agressões do meio ambiente, sejam elas de qualquer origem.    
è a forma de suplementar a carência dos minerais para que o metabolismo funcione corretamente

Há quem compare a oligoterapia uma gota de óleo colocada em uma dobradiça emperrada.
Mesmo que a estrutura da porta esteja normal e todos os elementos necessários ao seu funcionamento presentes, a porta funciona mal.
A gota de óleo (oligoelemento) não altera as estruturas, nem é absorvida por elas, mas é fundamental para o seu bom funcionamento.           
Uma gota de óleo basta, maior quantidade é desnecessária!!!

4- Quem pode se beneficiar com essa Terapia?

Todas as pessoas que desejarem prevenir doenças!!
Principalmente as que já sentem alguns sintomas de desgaste orgânico, tais como: cansaço maior que o habitual; falta de motivação; perda de memória;dificuldades sexuais; sono não reparador;Infecções repetitivas; sinais e sintomas de estresse

Como começou essa  forma de tratar?

Em 1930, o Dr. Jacques Menetrier, inspirado pelos ensinos de Samuel Hahnemann (descobridor da homeopatia prática), apresentou seus primeiros trabalhos, falando da importância de tratar a pessoa e seus sintomas individuais de uma maneira bem natural, utilizando remédios em altas diluições que atuavam na energia vital da pessoa.
"Quanto mais dinamizada, a substância diluída, a atividade biológica do produto original dinamizado persiste, mesmo quando a substância desaparece”.
Este fundamento da homeopatia prática, foi adaptado para a Oligoterapia, já que ela lida com a energia do elemento, o que garante que estamos lidando com íons iguais ao normalmente existentes no organismo, em pequenas doses, fazendo com que o organismo utilize somente o que for necessário ao seu bom funcionamento.

Assim a terapia transcorre sem apresentar nenhum efeito secundário.
A Oligoterapia produz a estimulação da força vital e pela sua  dosagem infinitesimal, ficam afastados os riscos de toxicidade.
Continuando em seu estudo, Dr. Menetrier fez a correspondência entre as doenças e as características físicas e emocionais das pessoas acometidas formulando assim o conceito de Diáteses. 

O que é Diátese?
  
É a  maneira muito específica do corpo reagir aos estímulos internos e externos, ou mais precisamente, o padrão de reação do corpo.  
As doenças são informações que trazemos gravadas nas células e que podem se manifestar ou não dependendo de fatores ambientais (alimentação, poluição, estilo de vida, atividade física, etc).
Cada diátese demonstra um agrupamento físico, emocional e hereditário distintos, medidos através de mapas próprios, usados pelo terapeuta.
O tratamento oligoterápico consiste em suprir as deficiências minerais que cada diátese representa de um modo geral, além de logicamente, o que cada indivíduo necessita particularmente

Quais são as características gerais de cada diátese?
Temos 4 diateses e 2 sindromes de desadaptação.

DIÁTESE I - ALÉRGICO: respostas muito rápidas, excessivas. Os pacientes geralmente são crianças ou adultos jovens, com um quadro alérgico presente (rinite, asma, eczema, alergia alimentar etc.) e/ou sinais inflamatórios articulares, com poucas ou nenhuma alteração laboratorial, são hiperativos, principalmente a noite, com dificuldade de conciliar o sono, e geralmente pela manhã, tem dificuldade de despertar. Irritáveis, dinâmicos, otimistas, hiperreativos e hiperemotivos, com um cansaço de base mascarado por uma constante movimentação e busca de atividades. O tratamento desta diátese recomenda o oligoelemento Manganês (Mn).

DIÁTESE II -  HIPOSTÊNICO: há diminuição nas trocas celulares. As respostas são lentas e de intensidade insuficiente, sintomatologia hiporreativa, tendência a infecções e fadiga anormal e progressiva com o decorrer do dia. Em crianças, caracteriza déficit de crescimento, dificuldade de atenção e concentração, há a tendência a infecções repetitivas (gripes, ORL, cutâneas, por exemplo). O tratamento desta diátese recomenda o complexo oligoterápico manganês-cobre (Mn-Cu).
DIÁTESE III - DISTÔNICO: Há uma desadaptação da resposta celular.  Os sistemas de controle operam de forma anárquica ou inadequada. Ocorre na faixa etária após os 40 anos, onde ele percebe que não é mais como antes - no que se diz respeito ao declínio da sua qualidade de vida. Os pacientes sofrem de sintomas neurovegetativos, evoluindo freqüentemente para quadro de Ansiedade crônica. As patologias iniciam sua passagem do funcional para o lesional. Temos como exemplo: alterações endócrinas e sinais e sintomas da menopausa, artrose, transtornos circulatórios periféricos e centrais, manifestações gástricas, estados de espasmos, perdas de memória, alergias crônicas etc... O tratamento desta diátese requer a recomendação do complexo oligoterápico manganês-cobalto (Mn-Co).

DIÁTESE IV ANÉRGICO: As trocas celulares estão muito diminuídas, quase nulas, há a insuficiência global de de autodefesa imunológica, e impotência terapêutica a qualquer tratamento. Os sintomas variam desde fraqueza transitórias (pós-virais, choques morais, pós-cirúrgicas ou pós-traumáticas) até quadros degenerativos, lesionais e morte. Os sintomas principais são: fadiga global, que não melhora por repouso, fenômenos depressivos, diminuição das faculdades intelectuais, infecções de evolução rápida, severas e repetitivas, com falta de resposta à medicação (antibióticos), envelhecimento geral repentino e evolutivo, câncer e todas outras degenerações celulares. O tratamento desta diátese requer a recomendação de um complexo oligoterápico  Cobre-Ouro-Prata (Cu-Au-Ag + Mg , K (e Li).

As sindromes de Desadaptação hormonal e de  Desadaptação pancreática possuem as seguintes características:


Síndrome de desadaptação pancreática, também conhecida como síndrome endócrina, é importante tê-la em conta já que supõe um desequilíbrio em um sistema tão importante como da regulação hormonal, e pode ser um fator que complique qualquer diátese.
Se trata de uma síndrome  com atuação especial na desregulação hipófiso-pancreática, quando se altera o eixo hipofiso-pancreático, onde os processos de regulação glicêmica são os mais importantes. Neste sentido, o complexo Zn-Ni-Co pode ajudar na pré-diabetes, diabetes, certa obesidades metabólicas, ajuda a controlar o excesso de apetite.
auxilia na esteatose hepática, atua na resposta insulínica acentuada que leva a fadiga, cansaço e a síndrome metabólica causando uma hipoglicemia reacional com queda súbita e momentânea de energia, astenia cíclica,  fome violenta, problemas no metabolismo de gorduras, aumento de peso súbito, queda de cabelos, unhas fracas, acnes no adulto e a intolerância a alimentos que antes eram bem tolerados. Age também diminuindo as crises de Síndrome do pânico.
A Fome voraz; sensação de vazio ou branco mentais e o cansaço ou sonolência depois de comer, também são características da carência desses minerais.
Essas pessoas possuem sintomas ou enfermidades, relacionadas com os hormônios, tais como: transtornos gastrointestinais (gases, etc.), transtornos do metabolismo da glicose, ou das gorduras (diabetes, obesidade, colesterol, etc.…) e mudanças cíclicas do humor. 

Síndrome de desadaptação Neuro-hormonal:
 Quando se trata de dificuldades de adaptação no eixo hipófiso-genital, os sinais e sintomas desta descompensação :são: enurese,calculo renal, diminuição da potência sexual,frigidez,esterilidade,cisto de ovário, endometriose, pré-menopausa e menopausa,andropausa.
 Assim, as disfunções genitais (impotência, dismenorreia, etc.…), as alterações da função prostática e os atrasos do desenvolvimento psicomotor são sinais das carências dos oligoelementos Zinco e Cobre 
  
Qual a técnica utilizada para a indicação das carências minerais?
Faço a avaliação energética do cliente através da Radiestesia e por essa forma faço a  detecção das carências (essa análise pode ser feita também via internet  basta enviar o nome e data de nascimento do interessado)
A avaliação do cliente é reforçada pela aplicação de um questionário onde ele sinaliza suas queixas que confirma a necessidade da suplementação dos minerais encontrados pela análise realizada pelo pêndulo.

Este tratamento é individual e personalizado, uma vez que não existem dois seres iguais no universo.

Como é feito o tratamento propriamente dito?
Os oligoelementos para suprir as carências do cliente (Sigols) são colocados em um gel neutro!!!
Esse  gel neutro que contém os minerais ESPECÍFICOS  ao cliente é aplicado diariamente em sua casa, diretamente na pele, na região do antebraço ou pulso caindo diretamente na corrente sanguínea e não interferindo com nenhum remédio que o cliente já utilize, porque as doses são infinitesimais e não provocam efeitos colaterais.
Semanalmente faze-se a aplicação seguida de ionização no consultório
E, em pouco tempo, sintomas de cansaço, stress, depressão, irritabilidade, fraqueza e perda de memória, desaparecem.

Quanto tempo começamos a ver os resultados??
È um tratamento PERSONALIZADO, simples, eficaz e acessível, onde a pessoa utiliza diariamente por mais ou menos 3 meses.
O aumento da disposição e ânimo, aumento da libido, melhora do sono e da performance física aparecem nas primeiras semanas de tratamento.
Mas tudo irá depender de cada organismo em particular para que se possa dizer por quanto tempo deverá ser utilizada.