Um pouco sobre mim...

Minha foto

Sou alguém que se encanta pela vida no dia a dia, descobrindo sempre novas formas de agir, se melhorando e tentando melhorar o seu redor. Acreditando que a Luz está dentro de cada um e que ela deve iluminar sempre a caminhada. Tenho como intenção: fazer amigos, aperfeiçoar a vida, dedicar-me às boas obras, promover a verdade e reconhecer nos semelhantes meus irmãos de caminhada. Descobrindo sempre mais e mais de vários mundos: Mundos terapêuticos, ideais, sustentáveis, mágicos, de Paz...

30 de abr de 2010

Do-in/ Shiatsu ou Acupressão para dores de cabeça

Acupressão (ou Do-in – quando a própria pessoa se aplica ou Shiatsu – quando uma pessoa faz em outra) é uma técnica de cura muito antiga que se originou na China.

Hoje, essa técnica terapeutica ganhou reconhecimento em todo o mundo através da Medicina Alternativa atuando em uma gama de doenças, incluindo as dores de cabeça.

Sendo uma antiga técnica de cura, o do-in/acupressão granjeou imensa popularidade e aceitação em todo o mundo, proporcionando alívio nas diversas condições de saúde.

É frequentemente considerado como uma variação da técnica de acupuntura, pois se baseia nos mesmos princípios.

A acupressão e a acupuntura trabalham, estimulando determinados pontos de pressão específicos localizados em diferentes regiões do corpo.

A estimulação desses pontos de pressão é usada para melhorar a resposta do corpo a uma série de condições de saúde.

A única diferença entre ambos (Do-in e Acupuntura) é que, em acupuntura, os pontos são estimulados com a ajuda de agulhas, enquanto que na acupressão/Do-in/Shiatsu, os dedos, cotovelos ou alguns dispositivos especiais, como bolas de acupressão e tapetes são utilizados para esta finalidade.

De acordo com as antigas práticas chinesas de acupressão e acupuntura, há mais de mil pontos de pressão em nosso corpo, que estão localizados nos meridianos.

Meridianos são linhas imaginárias, através das quais o fluxo de energia vital circula.

Qualquer obstrução a esse fluxo é associada com diferentes doenças.

Assim, a estimulação dos pontos de acupuntura pode melhorar o fluxo de energia através dos meridianos, e assim fornecer alívio a diversas doenças, incluindo as dores de cabeça.

A dor de cabeça pode ser um sintoma presente em numerosos problemas de saúde, e também pode ser associada com a tensão, o stress e a fadiga.

O Do-in/Acupressura pode proporcionar alívio significativo à dor de cabeça, estimulando determinados pontos específicos:

Estes são os pontos: VB20, IG 4 e F3.

O Ponto VB20 está localizado na base do crânio.
Na depressão que pode ser sentida, logo abaixo da base do crânio.
A estimulação desse ponto pode aliviar a dor sentida na região das temporas, e nos lados da cabeça.

Você pode aplicar pressão direta sobre este ponto com o dedo durante 2-3 minutos, ou massagear a área gentilmente.

O ponto IG4 está localizado na depressão entre o polegar e o dedo indicador.
Use o polegar da outra mão para pressionar este ponto por cerca de 2-3 minutos.
Em seguida, massageie suavemente a área com movimentos suaves em direção ao pulso, por mais 2 minutos. Este ponto pode ser muito eficaz também para dor de dente e sinusite. 

É preciso também tomar cuidado para não estimular alguns pontos em determinadas condições. 
Como por exemplo, o IG4 não deve ser estimulados em mulheres grávidas. pois a estimulação deste ponto é conhecida por induzir as contrações uterinas em mulheres grávidas e, consequentemente, pode levar ao parto prematuro.


O ponto F3, está localizado no pé entre o dedão e o 2º dedo.
A estimulação deste ponto pode aliviar a dor atrás dos olhos.

Além destes pontos, a pressão ou massagem suave nas temporas  
e nos cantos internos das sobrancelhas também pode proporcionar alívio da dor.

 
Outro ponto de pressão eficaz é aquele que pode ser encontrado na área situada entre ambas as sobrancelhas e a ponte do nariz.
Você pode sentir uma ligeira depressão nessa área.
Massageie este ponto pressionando para cima por cerca de 1-2 minutos.
É aconselhável seguir a orientação de um profissional em acupuntura, para ajudá-lo a localizar os pontos, por primeira vez.




Curso de Do-in em 3 horas, com apostila e Certificado de Participação


 

Apostila de Do-in (Auto-massagem) em PDF  enviada por e-mail 
valor de R$20,00 pagos antecipadamente por depósito bancário



Muito fácil de ser entendido e aplicado, o hábito diário de aplicação do Do-in baseia-se na simples pressão com os dedos em um determinado ponto da rede de canais que transporta a energia pelo corpo.
A prática do Do-in não apresenta qualquer contra-indicação.

 
Havendo interesse, me envie um e-mail: mirhyamcanto@uol.com.br

22 de abr de 2010

Qual a importância do toque no bebê?

O toque é uma forma primária de contato, conhecimento e comunicação.
Tocar é um modo natural de estar em contato.
O toque vai aonde as palavras não alcançam.
Por essa razão é muito agradável e gostoso ser massageado.
Além disso, a massagem faz com que haja um compartilhamento de energias entre quem massageia e quem é massageado.
Trata-se de um momento mágico de troca de energia que na prática é até bem simples:
É só fechar os olhos e sentir pele com pele, energia com energia, na que é a mais antiga, natural e gostosa das terapias, o toque.
O toque humano é como um alimento vital para o bebê.
Se não houver uma nutrição correta, o bebê será prejudicado.
O mesmo acontece com o toque carinhoso.
Na falta desse, o desenvolvimento emocional e físico será prejudicado.


O objetivo maior da massagem

É transmitir ao bebê: serenidade, segurança e afeto, através de uma intensa e sentida transferência de amor, por meio de leves toques e doces manipulações no corpo do bebê.
Não existe outro período em que o conhecimento e as habilidades sejam alcançados tão rapidamente quanto no primeiro ano de vida, e esse processo podem ser intensificado através dos estímulos oferecidos pelos pais.
Quando a massagem é usada terapeuticamente, poderá evitar ou diminuir em grande parte os problemas normais de saúde que costumam acometer as crianças de tenra idade.

Que benefícios a massagem Shantala proporciona??

• Desenvolvimento motor, emocional, principalmente, o reforço do vínculo e da segurança através toque da pele.
• Alivia as tensões e a ansiedade.
• Evita o uso de remédios.
• Aumenta a resistência às doenças.
• Melhora o desenvolvimento neurológico (desenvolvimento psicomotor)
• Aumenta o ganho de peso.
• Faz com que haja um melhor funcionamento mental.
• Ajuda no crescimento de relacionamentos emocionais saudáveis.
• Ajuda a acalmar as cólicas e prisão de ventre.
• Diminui estresse entre pais e bebê.
• Tonifica os músculos do bebê, quando, fica deitado por muito tempo.
• Faz com que o bebê tenha um sono bem tranqüilo.
• Ajuda a melhorar o estresse na época da dentição.
• Aumenta a percepção corporal do bebê.
• É excelente para os sistemas circulatório e linfático pois ativa a circulação sangüínea local, dilatando os vasos periféricos, promovendo um melhor aporte sangüíneo e o retorno do sangue das veias para o coração.
• Atua beneficamente regulando a pressão arterial e aumentando a distribuição de sangue para os órgãos internos, músculos, tecidos e as partes do corpo manipuladas.
• Fortalece o sistema imunológico do bebê aumentando o número de plaquetas. de hemoglobinas e das células vermelhas e brancas.
• Melhora os sistemas respiratório, ajudando o organismo a expelir toxinas.
• Melhora o sistema digestivo do bebê. Contribui para o contato afetivo e promove a harmonia do bebê com o mundo exterior.
• Traz prazer e sensação de relaxamento ao bebê.

Qual a freqüência de aplicação da massagem?

Segundo Leboyer, a massagem deverá ser praticada diariamente entre o 2o e o 5° mês de vida do bebê, pelo menos.
Quando aplicada por um terapeuta, ela deve ser executada , no mínimo a cada 3 dias (2 vezes por semana).
A massagem pode continuar sendo aplicada durante o crescimento do bebê em qualquer idade e por toda vida.

Como é feita a massagem Shantala?

Mãe, pai ou terapeuta sentado no chão com as costas eretas com as pernas esticadas, com o bebê, de preferência, sem roupa, deitado sobre suas pernas.

Qual o local ideal para realizar a massagem?

O ambiente onde se realizam as massagens deve ser acolhedor e sossegado, deve estar arejado, com temperatura ambiente constante, evitando-se que uma corrente de ar ou um vento mais forte atinja o bebê, que deverá estar preferivelmente despido ou vestindo roupas folgadas que permitam a exposição das áreas do corpo que serão massageadas.

acesse o link e veja o filme da própria Shantala massageando seu filho: Shantala

Amor e saúde para seu bebê = Shantala!!

Curso para mamães, casais e pessoas que verdadeiramente amam as crianças...

Shantala: Uma forma de transmitir harmonia, segurança e saúde para o seu bebê com muito Amor!!

Segundo o médico Fréderick Leboyer, Shantala é muito mais do que uma técnica: é uma arte de transmitir AMOR através das mãos, através do toque.
A massagem traz benefícios ao desenvolvimento físico e psicológico, e atua nas disfunções orgânicas tais como cólicas, prisão de ventre, gases, problemas respiratórios, assim como ativa a circulação sanguínea, auxiliando o desenvolvimento psicomotor.

Permita-se momentos diários de contato pleno com o seu bebê.

Esse curso poderá ser realizado no Espaço d'Luz e Paz - Tatuapé - São Paulo - SP


Também envio a apostila em PDF pelo e-mail por R$20,00 após depósito bancário.
maiores detalhes por e-mail - mirhyamcanto@uol.com.br

Este curso tem a duração de duas horas, incluindo apostila ilustrada e certificado de Participação. (casais contam como 1 aluno, afinal os 2 cuidarão do mesmo bebê!!)
Favor trazer boneco para poder simular a massagem.

20 de abr de 2010

Bebês que receberam Shantala, tiveram como resultado a diminuição da angústia - Estudo da USP!!!



"O Cortisol salivar foi usado como indicador da função adrenocortical em lactentes saudáveis, no estudo da aplicação de Shantala (Massagem Terapêutica)", que avaliou o efeito desta técnica de massagem sobre o eixo hipotálamo-pituitária-adrenal (eixo HPA), parte do sistema que controla as reações ao estresse.

Pesquisadores em São Paulo, Brasil, utilizaram os níveis de cortisol salivar como marcador de estresse em 11 crianças de quatro a seis meses de idade, que receberam massagem em uma creche pública.

O tratamento consistiu na massagem da face, pernas, braços, costas e ombros por um investigador.
Na face, o pesquisador utiliza os dedos para fazer movimentos circulares, começando no meio da testa e se desloca em direção às têmporas e, depois, desliza das têmporas para a região da mandíbula, e novamente usando as pontas dos dedos, desliza em direção ao nariz, bochecha, maxilar e queixo.
Em seguida, em cada perna foi realizada com as mãos, e movimentos sincronizados foram feitas a partir do quadril para o pé, apertando levemente e com movimentos em espiral, deslizando quadril até o pé, então, cada dedo do pé foi massageado, utilizando os polegares.
Os braços foram massageados, deslizando as mãos dos ombros à ponta dos dedos, como foi feito nas pernas.
As costas e ombros foram afagadas com as palmas das mãos abertas, deslizando ao longo de toda costa do pescoço até o quadril, com as mãos alternadas indo para trás e para a frente, deslizando do pescoço até o quadril e vice-versa.

Os lactentes receberam duas massagens de 15 minutos em dois dias consecutivos.
A Massagem foi administrada uma vez de manhã e outra à tarde.
A saliva foi coletada antes e após cada massagem e mais uma vez, várias horas após o tratamento.
O procedimento foi repetido após um intervalo de uma semana.

Os valores de cortisol em diferentes momentos do dia foram comparados.
Os valores médios de cortisol durante o tratamento de dois dias foram mais elevados no período da tarde.
Após um intervalo de uma semana, os níveis de cortisol foram maiores no período da manhã.
Os níveis mais baixos foram observados nas medidas de cortisol noturno.
Estes resultados sugerem que os efeitos da massagem Shantala ocasionam a redução do estresse, e que essa modalidade pode influenciar a reatividade do eixo HPA.

O objetivo principal deste estudo foi conhecer melhor os efeitos da massagem no papel que o eixo HPA desempenha na relação com o estresse.
Os autores concluem:

 "Houve uma modificação nos valores de cortisol salivar após massagem, refletindo a possível adaptação do eixo HPA.

Fonte: Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina de, São Paulo, Brasil. Autores: Monalisa de Cássia Fogaça, Werther Brunow CarvalhoClovis de Araújo Peres, Mayra Ivanoff Lora; Lilian Fukisima Hayashi, Ieda Therezinha do Nascimento Verreschi.
Originalmente publicado em São Paulo Medical Journal, vol. 123, n º 52, setembro 2005, pp. 215-218.

Amor e saúde para seu bebê = Shantala!!

Curso para mamães, casais e pessoas que verdadeiramente amam as crianças...

Shantala: Uma forma de transmitir harmonia, segurança e saúde para o seu bebê com muito Amor!!

Segundo o médico Fréderick Leboyer, Shantala é muito mais do que uma técnica: é uma arte de transmitir AMOR através das mãos, através do toque.
A massagem traz benefícios ao desenvolvimento físico e psicológico, e atua nas disfunções orgânicas tais como cólicas, prisão de ventre, gases, problemas respiratórios, assim como ativa a circulação sanguínea, auxiliando o desenvolvimento psicomotor.

Permita-se momentos diários de contato pleno com o seu bebê.

Esse curso poderá ser realizado no Espaço d'Luz e Paz - Tatuapé - São Paulo - SP

aulas para Grupo de 5 pessoas ou mais
Também envio a apostila em PDF por e-mail   por R$20,00 (depósito antecipado)

maiores detalhes por e-mail - mirhyamcanto@uol.com.br

Este curso tem a duração de duas horas, incluindo apostila ilustrada e certificado de Participação. (casais contam como 1 aluno, afinal os 2 cuidarão do mesmo bebê!!)
Favor trazer boneco para poder simular a massagem.

13 de abr de 2010

Toque o seu bebê

Os bebês simplesmente adoram ser tocados.

Na verdade, é algo que os estimula – trata-se de uma componente essencial do seu crescimento e desenvolvimento.

Todo o contato de pele não só ajuda os pais e o bebê a estabelecerem um elo de ligação, como também consegue reconfortar o bebê quando está incomodado e alivia as cólicas.

O toque no bebê ou criança é importante para que ele se sinta amado e que aprenda a amar com os pais, e isto ativa seu mecanismo cerebral, despertando-o e registrando informações de segurança e tranqüilidade, e como a falta destes aspectos pode ser muito prejudicial à formação das características de auto-estima, quando esta criança se tornar um adulto.
PREPARAÇÃO

Prepare uma superfície quente e plana para deitar o bebê – uma manta sobre o chão estará ótimo.
Aplique nas palmas das mãos um pouco de óleo para bebê ou óleo vegetal puro amornado e esfregue as mãos para aquecê-las.
Olhe nos olhos do bebê, e cante ou fale com ele enquanto o massageia.
Além disso, preste atenção à reação do bebê: se lhe parecer que não está gostando, tente um toque mais leve, ou simplesmente pare.

Quer saber mais?
Agende seu curso de Shantala no Espaço d' Luz e Paz... 
Entre em contato: mirhyamcanto@uol.com.br

12 de abr de 2010

Pessoas idosas versus massagem em crianças... Empate de ganhadores!!!!


Voluntários idosos aposentados versus massagem em crianças:

Voluntários idosos aposentados que massagearam crianças  foram comparados com idosos que receberam massagem trocada entre si.

Os que ofereceram massagem as crianças:

1) Relataram menos ansiedade e menos sintomas depressivos e uma melhora no humor depois de fazerem a massagem;

2) Suas pulsações diminuíram;

3) Seus níveis de cortisol diminuíram e

4) Relataram melhora de auto-estima e melhora no estilo de vida (como por exemplo menor número de visitas ao médico e maior contato social) depois de um período de um mês.

Estes efeitos foram mais sentidos, quando ele faziam massagem nas crianças do que quando recebiam massagem dos outros idosos, sugerindo que o massagista também pode se beneficiar apenas dando massagem.


Fonte:Field, T., Hernandez-Reif, M., Quintino, 0., Schanberg, S. & Kuhn, C. (1998). Elder retired volunteers benefit from giving massage therapy to infants. Journal of Applied Gerontology, 17, 229-239.

Tradução Mirhyam

Analisando esse estudo, verifico que um sonho que sempre acalentei tem embasamento!!!!

A idéia de colocar pessoas da 3ª idade praticando Shantala em bebês e crianças de creches ou orfanatos...


São as duas pontas da vida com a mesma disponibilidade de tempo e com muuuito Amor para dar ou receber.


Quem sabe, isso um dia acontece...

Me proponho a ensinar a massagem para o grupo interessado....

10 de abr de 2010

As cores e a vida

As cores fazem parte integrante da Natureza e portanto do nosso dia a dia.
Cada cor possui um comprimento de onda específico que nos atinge e que atua em nós de várias maneiras.
Como são ondas de energia penetram pela nossa aura (campo energético) e produzem efeitos variados nos corpos físico, emocional e mental.

O Sol, astro-rei que nos ilumina, traz vida ao planeta e a todos os seres vivos.
Temos pela refração da luz solar o Arco-íris com suas sete cores, transformando o branco puro em sete tonalidades variadas:
Vermelho, Laranja, Amarelo, Verde, Azul, Índigo e Violeta.

Desse espectro temos as cores:
Estimulantes: Vermelho, Laranja e Amarelo
Equilibrante: Verde
Calmantes: Azul, Índigo e Violeta

Existem cores que preferimos e outras das quais não gostamos.
Isto tem relação com o nosso estado de espírito momentâneo ou mesmo a nossa personalidade.
Podemos, então, influenciarmo-nos ou influenciarmos o ambiente através do uso de cores em nossas roupas, da escolha de determinada cor em nosso ambiente de trabalho; podemos também utilizar esse recurso poderoso, doado por Deus, para cuidarmos de nossa saúde, seja ela física ou emocional.

A seguir, as aplicações das cores, suas características e o porque da preferência por cada uma:

Vermelho: é superestimulante, produz desejo, energia, impulso sexual; dá iniciativa, força de vontade; é sensual e estimula a ação.
Atua no emocional estimulando o espírito e dando mais energia, concentração e extroversão.
Quem a prefere, tem grande magnetismo pessoal; é dinâmico e empreendedor, mas dono de um temperamento instável; lider nato.

Laranja: é estimulante e considerada a cor da alegria, da tolerância, do equilíbrio.
Atua no espírito, trazendo otimismo mental, dando sensação de bem-estar, fortalecendo a energia sutil e trazendo equilíbrio.
Quem a prefere, é uma pessoa alegre, de bem com a vida, que possui equilíbrio e sabe manter-se equilibrado mesmo nas adversidades.

Amarelo: é a cor do desprendimento, produz relaxamento, brilho, desinibição.
Atua no espírito promovendo a liberação de forças negativas e limpando os acúmulos da mente: ansiedade, tensão, complexos, etc.; é revitalizante mental, combate a melancolia e a depressão, estimula o intelecto, traz a concentração.
Quem a prefere, gosta de mudanças constantes (como o Sol que está sempre em movimento); é dessa maneira que dá vazão à sua capacidade de transformação e de adaptação.

Verde: é a cor ligada à força de vontade e à determinação, dá autoconfiança, amor-próprio.
Atua no espírito acalmando a cólera, a insônia e a tensão nervosa, equilibrando as desordens emocionais e psíquicas, eliminando medos e manias.
Quem a prefere tem opinião própria e não se deixa levar por modismos, porisso é conservador; tem grande capacidade de superar situações difíceis.

Azul: é uma cor calmante, cor da serenidade, do afeto, da paz.
No espírito estimula a compaixão, a segurança; é unificadora, leva à concentração; combate o egoísmo e favorece a intuição.
Quem a prefere sabe o que quer, como quer e de que maneira obter o que deseja.
Tem confiança em si e nos outros, é constante e sereno.


Violeta: mescla de vermelho e azul, unifica as propriedades dos dois; promove a integração entre as partes e o todo. Equilibra corpo e mente.Quem a prefere tem uma sensibilidade aguçada; sua busca é pelo sentido espiritual da vida.

Marrom: cor da família, das raízes.
Promove a convivência, a tolerância, a paz nos relacionamentos; leva à aceitação das normas sociais; Oferece vitalidade, mas de forma moderada, lentamente.
Regula estados alterados físicos e psicológicos.
Quem a prefere é apegado à família e aos amigos, não gosta de mudanças bruscas; é disciplinado, organizado e metódico.

Cinza: é a cor da neutralidade, passando a sensação de estabilidade.
Favorece o autoconhecimento, ajuda a manter a mente em equilíbrio.
Quem a prefere procura equilíbrio e paz; pode estar vivendo algum conflito e busca soluciona-lo; procura isolar-se para fazer uma auto-análise e compreender as coisas.

Preto: é a ausência de cor.
Favorece a introspecção, a meditação e o autoconhecimento.
Quem a prefere gosta do isolamento; tem seus próprios valores; é introspectivo, calado e melancólico.

Com essas informações conecte-se com a vida, com a natureza. Use as cores a seu favor e seja muito feliz!!!

7 de abr de 2010

Como funciona a acupuntura

por Stephanie Watson - traduzido por HowStuffWorks Brasil


Pontos e agulhas de Acupuntura

A acupuntura, assim como qualquer outro tipo de tratamento, começa com uma consulta.
O acupunturista irá lhe perguntar sobre seu histórico médico e quaisquer problemas que tiver naquele momento.
Depois, ele irá lhe examinar e identificar o órgão relacionado ao seu problema.
A seguir, ocorre o mapeamento dos pontos de pressão no meridiano apropriado, de acordo com o seu problema.
Há doze meridianos principais que passam pelo corpo.
Cada meridiano contém vários pontos de pressão.
Para representar cada meridiano, são usadas as iniciais do meridiano e para identificação do ponto energético, é associado um número.
Assim os meridianos são representados como: Bexiga (B), Vesícula Biliar (VB), Coração (C), Rim (R), Fígado (F), Pulmão (P), Intestino grosso (IG), Pericárdio (PC), Intestino delgado (ID), Baço-Pâncreas (BP), Estômago (E) e Triplo Aquecedor (TA).
E os pontos são por exemplo, F14 ou VB1.

As agulhas podem ser colocadas na área do problema ou em pontos distantes, em outras partes do corpo.
Por exemplo, dores lombares são tratadas através do estímulo do ponto B54, no meridiano da bexiga.
Normalmente, os pontos em diferentes áreas do corpo (frente ou costas, lado direito ou esquerdo, ou acima e abaixo da cintura) são tratados simultaneamente para aumentar a eficácia do tratamento.

O que esperar durante a sessão de acupuntura

Quando o acupunturista estiver pronto para começar seu tratamento, ele (ou ela) irá limpar os pontos desejados do seu corpo com álcool ou outro desinfetante, e então inserir de três a 10 agulhas (descartáveis e de uso único) na sua pele.
A profundidade com que as agulhas é de menos de 6 mm

As agulhas têm a espessura de um fio de cabelo e são feitas de aço inoxidável sólido.

Pode ser que você sinta uma leve dor no momento em que as agulhas forem inseridas, mas após terem entrado, o desconforto deve passar.

Algumas pessoas dizem que se sentem relaxadas durante a sessão de Acupuntura.
As agulhas permanecerão no seu corpo de 5 a 30 minutos.
Enquanto as agulhas permanecem na sua pele, o acupunturista pode, ou não, girar, aquecer ou aplicar estímulos elétricos nelas.
A maior parte das pessoas passa por sessões semanais de acupuntura durante 10 semanas, embora o número de sessões possa variar, dependendo do problema que está sendo tratado.
No início, pode ser que você deva realizar visitas mais freqüentes ao acupunturista, e à medida que os seus sintomas melhoram, as visitas se tornam menos freqüentes.

5 de abr de 2010

*** ESCALDA PÉS ***


Este Blog
Link daqui
A web

Escalda pés, uma receita antiga, simples e eficaz para aliviar o stress do dia-a-dia  e descansar as pernas.

A experiência dos antigos muitas vezes é dada como ultrapassada em sem fundamentos, mas, se repararmos bem, são eles que muitas vezes são mais saudáveis do que os mais jovens.

A maioria de nós esquece de cuidados básicos e simples, que podem ajudar a revigorar o corpo e permitir o relaxamento necessário para recompor as energias.

Poucas pessoas lembram, por exemplo, que os pés são a base de sustentação do corpo e que, tratando-os de maneira correta, é possível obter sensação de 
bem- estar e benefícios para todo o organismo.

Na correria da vida atual, o desgaste provocado pelo uso de saltos altos ou por sapatos desconfortáveis, por muitas horas em pé ou trabalhando sentados em frente a um computador, sem movimentar as pernas, é natural ao final do dia sentirmos um enorme cansaço nas pernas e nos pés.



Algo simples e sem mistérios - o escalda pés, uma receita da época de nossas avós, é ideal para combater a sensação de pés cansados e sofridos após um dia inteiro de trabalho.
Desde os tempos mais remotos, já a 4.000 a.C., o escalda-pés era utilizado pelos antigos para descansar e aliviar os pés depois de longas caminhadas e recuperar a saúde.

O escalda-pés é uma alternativa muito utilizada pelos mais velhos para combater a gripe, mas não é só o benefício da cura que ela traz. 
Mergulhar os pés em uma tina com água quente e com sais aromáticos além de muito relaxante, também ajuda no tratamento contra a depressão e problemas relacionados a circulação, restabelece o equilíbrio físico e emocional, relaxa, alivia a pressão dos pés, descansa as pernas, reduz calos, alivia o stress do dia-a-dia. 
Mas ela vai além, de acordo com a Medicina Tradicional Chinesa (MTC), nos pés estão cerca de 70 mil terminações ou pontos nervosos que estão associados aos diversos órgãos do corpo humano.
A pressão e o aquecimento desses pontos causam um reflexo imediato na parte física, e  também no equilíbrio energético de todo o corpo. 
Na MTC, um dos conceitos básicos de saúde é: cabeça fria e pés quentes... e é aí que esse ritual atua. 
Ele ajuda a desbloquear o excesso de energia estagnada na cabeça, pescoço e ombros, e assim libera as toxinas, relaxa e diminui o stress, por isso, é muito indicado nas dores de cabeça em geral, incluindo as preocupações, além de garantir um ótimo sono!
  
Só o fato de deixar seus pé descansando por 15 minutos numa bacia de água quente, já vai lhe dar um grande alívio nos pés, imagine então acrescentar na água quente sal grosso para desintoxicação.  

Melhor ainda se incluir sais de banho, ervas, óleos vegetais ou essenciais.

Pode-se, ainda, diluir arnica para reduzir o inchaço.

 
Mas, se você quer proporcionar um tratamento “vip” aos seus pés, então coloque no fundo do recipiente onde será realizado o escalda-pés,algumas bolinhas de gude. Depois  role os pés sobre elas, que iram lhe proporcionar uma boa massagem na planta dos pés, basta pressioná-los sobre estes pequenos objetos.

São coisas simples que você pode fazer por você mesmo, pelo menos uma vez por semana, ao chegar em casa...


Mas atenção, o escalda pés tem algumas contra indicações:  

- Não pode ser feito em pessoas portadoras de Diabetes (devido a falta de sensibilidade tatil dessas pessoas, é contra-indicado, pois podem se queimar com a água quente e não perceberem...), arteriosclerose ou doença de Buerger (doença que afeta os vasos sanguíneos das mãos, braços, pernas e pés, provocando o seu inchaço (vasculitis) e impedindo a circulação do sangue (isquemia, um problema circulatório).

 Receita Básica de escalda-pés

Mergulhar os pés numa bacia com água quente (entre 38°C e 46°C), até a altura dos tornozelos por, pelo menos, 15 min; e se quiser acrescente na água:

Sal - duas colheres de sopa de sal na água quente proporcionam sensação de leveza nos pés, pois ajudam a drenar o excesso de líquidos e reduzir o inchaço.
Repetir esse escalda-pés três vezes por semana também combate infecções causadas por fungos.

Óleo essencial - Pingue algumas gotas ( 15 em média para 2 litros de água)  na água da bacia. 
Essências de eucalipto e menta combatem cansaço e livram as pernas da sensação de peso;
Arnica ou óleo de laranja na água são utilizados há séculos para reduzir o inchaço;
lavanda e tea tree ajudam a relaxar. Também curam frieiras, pois são fungicidas, bactericidas e cicatrizantes.

Nossos pés têm uma importância fundamental para nosso corpo e nossas vidas.
Fortes e ao mesmo tempo delicados,
eles estão expostos a um esforço incrível:
estimam-se mais de 20 mil passos por dia
e uma carga diária de 100 toneladas!!!
 Por isso merecem todo nosso cuidado e carinho!

Coloque uma meia logo depois, para não pegar friagem e perder todos os benefícios alcançados...

Receita de banho contra chulé para os pés muitas pessoas, tem o famoso chulé, mas tem vergonha de adimitir:

Eis abaixo uma formula que pode ajudar a acabar com esse contrangimento.

Material
2 colheres (sopa) de folha de hortelã
2 colheres (chá) de pedra hume (pó)
1 litro de água filtrada
1 copo de vinagre

Modo de Fazer
Ferver a hortelã em água filtrada. 
Retirar do fogo e adicionar o vinagre e a pedra hume. 
Mexa bem. 
Acondicionar em uma bacia. 
Colocar os pés de molho e deixar agir por 15 minutos. 
Enxaguar bem os pés e secar com uma toalha. 
Aplicar o talco para os pés.

http://www.receitando.net



Depois do escalda-pés, uma hidratação profunda também vai bem. 
Passe um creme específico para a área (menos entre os dedos) e coloque uma meia de algodão por meia hora. 
O resultado é um pé macio e cheiroso. 

revistacrescer.globo.com


escalda-pés balinês
Ingredientes:
  • uma bacia grande
  • água morna
  • essências florais de sua preferência
  • sais de banho variados
  • flores
Coloque a água morna na bacia com todo o material e deixe os pés descansarem por 15 minutos. 
Pra completar o tratamento, enxagüe e enxugue os pés.

movimentonatura.wordpress.com