Um pouco sobre mim...

Minha foto

Sou alguém que se encanta pela vida no dia a dia, descobrindo sempre novas formas de agir, se melhorando e tentando melhorar o seu redor. Acreditando que a Luz está dentro de cada um e que ela deve iluminar sempre a caminhada. Tenho como intenção: fazer amigos, aperfeiçoar a vida, dedicar-me às boas obras, promover a verdade e reconhecer nos semelhantes meus irmãos de caminhada. Descobrindo sempre mais e mais de vários mundos: Mundos terapêuticos, ideais, sustentáveis, mágicos, de Paz...

23 de set de 2013

Massagem chinesa? Faça você mesma!

Depois de um dia de trabalho estressante, parado por várias horas na mesma posição ou depois de uma correria intensa, a melhor coisa do mundo seria uma bela massagem. Como poucas tem o luxo de ter uma massagista de plantão, o jeito é aprender técnicas de automassagem.
A técnica de automassagem mais conhecida é o Do-in, de invenção chinesa, mas com nome japonês, que significa “caminho de casa”. 
O número de praticantes tem crescido por poder ser praticada em grupo ou individualmente.
Na filosofia oriental a energia da vida é composta pelos opostos complementares "Yin” e "Yang”. 
O Yin significa o feminino, o molhado, a noite, o frio, a terra, enquanto o Yang representa o oposto: masculino, seco, dia, calor e céu. 
Essas energias devem existir em harmonia no corpo humano, numa relação de igualdade. A terapeuta holística Mirhyam Conde Canto  explica que se o indivíduo manifestar mais energia Yin do que Yang, por exemplo, gera-se um desequilíbrio no organismo, que pode culminar em uma doença física.
O Do-in permite ao paciente contato consigo mesmo e o equilíbrio dos fluxos de energia. “Assim, dependendo da doença – se é de excesso – Yang – você deverá sedar, se é de falta – Yin – você deverá tonificar – o ponto indicado para reestabelecer o seu equilíbrio energético”, ensina Mirhyam.
Mas lembre-se, para bons resultados, a prática precisa de frequência, pois o do-in também possui caráter preventivo. 
Aliada a uma vida saudável, a filosofia Do-in pode trazer enormes benefícios.
 
Automassagem

Qualquer pessoa pode praticar a massagem do-in em si mesma, desde que conheça os pontos de sensibilidade, sem contra-indicações. 
A técnica consiste em pressionar pontos estratégicos do corpo com a finalidade de melhorar desconfortos e dores. Parte-se da ideia de que todos os pontos do corpo estão ligados.
“Existem pontos específicos para fazer a diferenciação energética. São os pontos de alarme
Cada órgão e víscera possui um ponto com essa função que, dependendo da reação ao toque, nos diz se a energia desse órgão está normal, em excesso ou em falta”, afirma a terapeuta. 
“Com a prática habitual da sequência de exercícios do Do-in preventivo, você ficará mais familiarizada com seu próprio corpo, e assim, num dia qualquer ao fazer a sequência, se sentir dor em um ponto específico, saberá que ali está um bloqueio de energia. 
 Aquele ponto gerou um acúmulo energético que causa a dor e demonstra que está instalado um desequilíbrio do fluxo da energia” informa. 
O desequilíbrio será resolvido através da harmonização da energia com a massagem no ponto de alarme, para “dissolver a dor”.
Mirhyam conta que com o tempo, a prática fica mais fácil:
“Para explicar tudo de uma vez, fica muito confuso, mas fazendo, é bem simples e natural”.

texto copiado de http://grandesmulheres.com.br/tag/do-in/


Nenhum comentário: