Um pouco sobre mim...

Minha foto

Sou alguém que se encanta pela vida no dia a dia, descobrindo sempre novas formas de agir, se melhorando e tentando melhorar o seu redor. Acreditando que a Luz está dentro de cada um e que ela deve iluminar sempre a caminhada. Tenho como intenção: fazer amigos, aperfeiçoar a vida, dedicar-me às boas obras, promover a verdade e reconhecer nos semelhantes meus irmãos de caminhada. Descobrindo sempre mais e mais de vários mundos: Mundos terapêuticos, ideais, sustentáveis, mágicos, de Paz...

21 de jun de 2012

Aromaterapia - terapia sutil e muito eficaz

Viver em harmonia parece um grande desafio.
Mas uma forma de terapia, às vezes ainda desconhecida em alguns meios, é uma grande aliada na busca pelo bem-estar: a Aromaterapia ou terapia dos aromas.
Trata-se de um processo terapêutico milenar que utiliza a suave energia perfumada dos óleos essenciais para tratar, curar e estimular não só o corpo, mas também o espírito.
É simples e eficiente.
O perfume exalado pelo mundo das plantas (raiz, caule, semente, flor ou fruto) é chamado de óleo aromático ou óleo essencial, e sua extração é feita por diferentes métodos de destilação.
Os óleos essenciais possuem ações terapêuticas comprovadas cientificamente - aliás, é importante observarmos a total diferença entre os óleos essenciais puros e as essências sintéticas, que são desenvolvidas em laboratório e não possuem efeito terapêutico.
O olfato é o único dos cinco sentidos ligado diretamente ao cérebro e o sistema límbico, que é o centro das emoções como amor, ódio, paixão, medo, alegria, tristeza, ansiedade, depressão etc.
O sistema límbico é responsável também por importantes funções ligadas à memória, aos níveis hormonais, ao controle da pressão arterial etc.
Quando inalados, os óleos essenciais, com suas flagrâncias e estruturas moleculares próprias, agem profundamente, ativando diretamente o hipotálamo e o sistema límbico. E exercem uma profunda reação no corpo e na mente.
Atualmente, existem diversos estudos científicos voltados à Aromaterapia , realizados ao redor do mundo.
Os resultados desses estudos comprovam a ação dos óleos essenciais.
Como exemplos de aromas que contribuem para o bem-estar, podemos citar:

o do óleo essencial da mentha piperita, que auxilia na perda de peso,
e o do óleo essencial de gerânio, que, por conter estrógeno vegetal, é indicado para amenizar os efeitos da TPM e da menopausa, sendo o aroma ideal da mulher - oferece frescor, sensualidade e a sensação de um abraço envolvente.

Qual ser humano não deseja viver de forma saudável, feliz e inspiradora?
E sem saúde não estaremos felizes nem inspirados.
O equilíbrio ideal da saúde é atingido pela circulação e absorção dos nutrientes e pela eliminação das toxinas.
Uma alimentação balanceada, natural e funcional proporciona o equilíbrio nutricional.
Já a eliminação das toxinas pode ser estimulada com exercícios físicos, banhos e massagens.
Quando utilizamos a Aromaterapia com substâncias cem por cento naturais, podemos potencializar esse equilíbrio.

Por Andréa Estrella

copiado de:  http://webfashion.uol.com.br

A Aromaterapia nasceu com o químico Gattefosse e consiste em tratar as doenças com a ajuda de óleos extremamente concentrados extraídos dos vegetais.
Esses extractos chamados essências ou óleos essenciais contêm as substâncias que dão perfume às plantas e, por isso, seu odor é a característica principal.
Os usos dos óleos essenciais são múltiplos, mas eles são mais utilizados na unção da pele (massagem), podendo também ser inalados ou colocados na água de banho ou em compressas.
Raramente são ingeridos.
Certamente são mais eficazes quando inalados, pois através do olfato provocam uma ação imediata no cérebro, no sistema nervoso central, na memória e na psique pois induzem a liberação de substâncias neuroquímicas, que podem ser sedativas, estimulantes ou relaxantes.
Não se deve pensar que a Aromaterapia não apresenta contra-indicações.
Devem ser utilizados com precaução, pois podem causar irritação e alergia na pele.

copiado de Medicinas Complementares e Tradicionais

Nenhum comentário: