Um pouco sobre mim...

Minha foto

Sou alguém que se encanta pela vida no dia a dia, descobrindo sempre novas formas de agir, se melhorando e tentando melhorar o seu redor. Acreditando que a Luz está dentro de cada um e que ela deve iluminar sempre a caminhada. Tenho como intenção: fazer amigos, aperfeiçoar a vida, dedicar-me às boas obras, promover a verdade e reconhecer nos semelhantes meus irmãos de caminhada. Descobrindo sempre mais e mais de vários mundos: Mundos terapêuticos, ideais, sustentáveis, mágicos, de Paz...

8 de jan de 2010

DOR NAS COSTAS

Dor nas costas é um problema muito comum hoje em dia, já que sob essa generalização incluem-se varias patologias.
Esta gama abrange desde a dor causada por problemas ósseos, como hérnias em diferentes partes da coluna vertebral, dores de origem muscular, tais como contraturas, ou dores secundárias a outras patologias, tais como dor nas costas de osteoartrite, por exemplo.
O ritmo de vida atual exige a nossa constante atividade seja física ou mental. Estamos sempre tensos e com sobrecarga.
Fazemos movimentos apressados que, sem a devida atenção, acontecem de forma brusca e errada.
Contraturas musculares, traumas, esforço excessivo, degeneração, deformidades das vértebras geralmente são as causas mais comuns daa dores nas costas e a dor, em muitos casos, é relacionada ao estresse ou a lesão de um músculo ou ligamento.
Segundo as estatísticas 80% da população sofre ou sofrerá um episódio de dor nas costas em algum momento de suas vidas e essa questão representa uma das principais causas de absentismo no Ocidente.
Existem dores em toda a extensão da coluna, mas as dores mais comuns são a lombalgia, ou a dor na região lombar.
Nós muitas vezes esquecemos que a coluna vertebral é muito vulnerável e influenciável pelo esforço excessivo, má postura e pelos movimentos inadequados.
A dor lombar normalmente tem uma origem mecânica que pode ser associada com o deslocamento, por várias causas, incluindo hérnias de disco (deslocamento total ou parcial de um disco intervertebral), lesões de ligamentos, músculos, etc.
Temos também de mencionar que o excesso de peso ou falta de exercícios tem um papel importante.
A dor nessa área geralmente vem de repente ou gradualmente, dependendo de sua origem, geralmente irradia para as nádegas e pernas, com espasmo muscular e limitação dos movimentos.
Quando você se sobrecarrega mais do que poderia, é como se enchesse sua mochila (vida) com deveres e obrigações e então a dor acontece pra alertá-lo que algo na sua atitude perante a vida não é está correta.
Embora as características físicas pessoais e os antecedentes familiares de cada um seja determinante, é verdade também que os fatores emocionais e sociais exercem sua influência.
Estresse, ansiedade, depressão, insatisfação, raiva, frustração, medo ou decepção, entre outros, são apenas algumas das causas que podem afetar a sua saúde.
Relacionando com o corpo, poderíamos dizer que a rigidez pode levar ao torcicolo; o medo e a auto-estima diminuída resultar em úlceras; e o apego a velhas idéias ancorando-se no passado somátiza em prisão de ventre; enquanto o medo e a rejeição desencadeiam a diarréia.
Neste contexto, a parte dorsal do nosso corpo representa a estrutura, o suporte da vida:
Um problema na parte superior pode estar relacionado com a sensação de falta de apoio emocional,
No meio da coluna vertebral, com culpa ou sensação de peso,
Enquanto que na região inferior pode indicar medo e falta de apoio.
Se realmente quisermos nos livrar das dores nas costas...

Compete-nos “tentar” deixar a carga menos pesada, afrouxar as amarras, ou aprender a viver a vida de forma mais Leve e Solta!!!

Nenhum comentário: