Um pouco sobre mim...

Minha foto

Sou alguém que se encanta pela vida no dia a dia, descobrindo sempre novas formas de agir, se melhorando e tentando melhorar o seu redor. Acreditando que a Luz está dentro de cada um e que ela deve iluminar sempre a caminhada. Tenho como intenção: fazer amigos, aperfeiçoar a vida, dedicar-me às boas obras, promover a verdade e reconhecer nos semelhantes meus irmãos de caminhada. Descobrindo sempre mais e mais de vários mundos: Mundos terapêuticos, ideais, sustentáveis, mágicos, de Paz...

25 de ago de 2015

A Oligoterapia, como com outros métodos holísticos, reconhece um estado intermediário chamado de "patologia funcional"

Por Erin Froehlich

Na década de 1940, como os médicos começaram a entender melhor a forma como os nossos corpos usam minerais, a Oligoterapia foi idealizada para equilibrá-los - removendo o excesso de minerais enquanto complementava eventuais deficiências. Minerais e oligoelementos, devemos entender, são necessários para o funcionamento dos processos biológicos em nossos corpos. Assim, quando há um desequilíbrio - se excesso ou deficiência - a saúde irá sofrer uma grande variedade de sintomas.  
Ainda nova, complementos oligoterápicos são mais comumente vistos dentro homeopatia, onde eles são utilizados como uma base, um meio para promover a função enzimática e uma maneira de aumentar a bio-disponibilidade dos ingredientes homeopáticos.  
No entanto, a suplementação (ou reposição de minerais) com oligoelementos ou os oligoterápicos são tratamentos úteis em seu uso isolado.  

O que é Oligoterapia?  
Para colocá-lo simplesmente, Oligoterapia é o uso de minerais iônicos e de elementos-traços na promoção da saúde.

Patologias funcionais

Enquanto a medicina alopática, ou "convencional" nos querem fazer crer que a saúde é uma questão de preto ou branco - você tem, ou você não tem (Saúde) - A Oligoterapia, como com outros métodos holísticos, reconhece um estado intermediário chamado de "patologia funcional ". 
Esse tipo de mal-estar no corpo é aquele que pode afetar a qualidade de vida de pequenas formas - "Aceitáveis" como as dores rotineiras onde somos treinados para ver como "normal" .
No entanto, esses desconfortos "aceitáveis" pode muito bem ser sinais de um desenvolvimento mais grave da doença.  
O que muitas pessoas não entendem sobre os sintomas é que eles não são a própria doença.  
Eles são o resultado de nosso corpo tentando desviá-lo.  
Eles são sinais do nosso corpo dizendo que algo está errado.  
Terapeutas holísticos sabem que ignorar esses sinais é um erro, porque, como o mal-estar avança, o corpo vai se tornar mais contundente na demonstração em sua angústia e sintomas.  
É esta evolução que o tratamento holístico, incluindo a Oligoterapia, visa prevenir.
O corpo deve manter um equilíbrio interno específico chamado de "homeostase" para funcionar corretamente.  
O rompimento da harmonia de nossa bioquímica ou dos processos enzimáticos que controlam deles irá produzir a primeira patologia e, em seguida a doença.  
Destas patologias, há quatro tipos principais que a Oligoterapia identifica e usa para fornecer o tratamento almejado - hiper-reativa, hipo-reativa, distônica e anergica

Patologia Hiper-reativa

  • Personalidade: Extrovertida, tende a  reagir em excesso.
  • Energia: Muito baixa na parte da manhã, mas que aumenta durante o dia com mais energia à noite. Muitas vezes com dificuldade em adormecer.
  • Sintoma Aparência: Os sintomas aparecem repentina e intensamente.
  • Queixas principais: Os distúrbios que são excessivos  - Reações alérgicas, asma, problemas cardiovasculares - palpitações, dor no peito, hipertensão, dermatite, gastrite, intolerâncias alimentares, artrite, problemas endócrinos.
  • Minerais importantes: Manganês e Fósforo

Patologia Hipo-reativa

  • Personalidade: introvertida, melancolia,
  • Energia: energia tende a ser menor, mas melhor na parte da manhã. Eles tendem a precisar de uma grande quantidade de sono para recuperação do esforço cotidiano.
  • Sintoma Aparência: Distúrbios progredem lentamente e com crises repetitivas, e de natureza infecciosa.
  • Queixas principais: metabolismo lento, infecções recorrentes -Bronquite, amidalite, infecção por fungos, afecções de pele - eczema, acne problemas com os dentes, calcificação óssea, mau funcionamento da glândula endócrina.
  • Minerais importantes: manganês e cobre.

Distônicos 

  • Personalidade: Extrovertido, tende a reagir excessivamente, irritado com a incapacidade de lidar com o estresse. Ansiedade extrema.
  • Energia: fadiga intensa, principalmente na parte da manhã e início da tarde. Padrão de sono é perturbado com despertar frequente.
  • Sintoma Aparência: Gástricos, Cardiovascular e doenças artríticas começam a aparecer.
  • Queixas: parestesia, neuropatia, vertigem, zumbido, hipertensão, asma não-alérgica, espasmos, síndrome do intestino irritável, úlceras, insuficiência pancreática, menopausa e osteoartrite.
  • Minerais importantes: manganês e cobalto.

Anérgica

  • Personalidade: introvertido, ansiedade e depressão suave, desinteresse.
  • Energia: fadiga intensa e crônica que não é aliviada pelo repouso.
  • Sintoma Aparência:  patologias crônicas, sistema imunológico começa a desligar.
  • Queixas: Infecções graves e crônicas - Pneumonia, Streptococcus, e sinusite crônica,  resistência aos antibióticos.
Minerais Úteis: cobre, magnésio, zinco.
traduzido de www.smartlivingnetwork.com


Qualquer outra dúvida me escreva pelo e-mail: mirhyamcanto@uol.com.br ,
ou saiba mais pela página do Espaço d'Luz e Paz no Facebook 
ou pela minha página profissional no Facebook - Dra Mirhyam Conde Canto 
ou pela página sobre Oligoterapia via derme do Facebook
 ou ligue para (11) 2296-9255 ou (11) 98489-3858 (Vivo e Whatsapp)


Luz e Paz na sua caminhada,

Mirhyam

Nenhum comentário: