Um pouco sobre mim...

Minha foto

Sou alguém que se encanta pela vida no dia a dia, descobrindo sempre novas formas de agir, se melhorando e tentando melhorar o seu redor. Acreditando que a Luz está dentro de cada um e que ela deve iluminar sempre a caminhada. Tenho como intenção: fazer amigos, aperfeiçoar a vida, dedicar-me às boas obras, promover a verdade e reconhecer nos semelhantes meus irmãos de caminhada. Descobrindo sempre mais e mais de vários mundos: Mundos terapêuticos, ideais, sustentáveis, mágicos, de Paz...

29 de dez de 2009

Falando de Reiki



“REIKI” é um termo japonês que significa “ENERGIA UNIVERSAL DE VIDA”.

Os seus componentes, REI e KI são definidos no alfabeto japonês como “espírito universal, transcendental, poder misterioso, essência”.


Esta energia universal é muito próxima do CHI da acupunctura chinesa, da energia vital dos ocidentais ou da energia bioplásmica dos investigadores russos.

Cada um de nós possui o REIKI, esta energia é-nos dada à nascença.

A aprendizagem do método diferencia-se dos outros métodos de terapia holística por uma iniciação (também chamada “harmonização” na medida em que se trata de sintonizar o iniciando com a ENERGIA MAIOR) e através da qual o estudante se familiariza com os seus diversos estádios de aprendizagem.

Pela imposição das mãos, qualquer pessoa dotada pode favorecer a aceleração do processo de cura dos seus pacientes, mas quem tenha recebido a iniciação em REIKI entra em contato com uma técnica muito antiga destinada a um nível de vibração superior.

Além disso, alguns dos centros energéticos, denominados CHAKRAS são despertados de forma a permitir a circulação e a vibração de uma maior quantidade de energia vital.

DEFININDO REIKI:

Reiki é similar a ondas que são transmitidas de forma idêntica às ondas de rádio.

Pode-se aplicar com eficácia tanto localmente como à distância, como que emitido por ondas curtas.

Reiki não é electricidade, nem rádio, nem Raios X.

Pode penetrar através de camadas finas de seda, linho, porcelana, chumbo, madeira ou aço porque vem da Grande Alma, do Infinito.

A Energia Reiki não destrói células nem nervos, é absolutamente inofensiva e por isso é um tratamento prático e seguro.

Por ser o Reiki uma Vibração Universal, este tratamento beneficia todos os seres vivos: aves, animais, plantas, assim como todos os seres humanos, sendo jovens e idosos, pobres ou ricos.

Deve-se aplicar e utilizar diariamente de forma preventiva.

Deus deu-nos este corpo, um lugar para viver e o pão de cada dia.

Fomos colocados no mundo com algum propósito e por ele devemos estar sadios e felizes.

É o plano de Deus e Ele proporciona-nos tudo o que necessitamos.

Deu-nos as mãos para trabalhar e curar, para que conservemos a saúde física e mental, para que nos libertemos da ignorância e vivamos em um mundo iluminado, para que vivamos em harmonia connosco mesmo e com o próximo, e para que amemos todos os seres vivos.

Se aplicarmos estas regras diariamente, o nosso corpo responderá de uma forma que tudo o que queremos e desejamos conseguir neste mundo, estará ao nosso alcance.

Saúde, felicidade e o caminho de uma longa vida, que todos buscamos.

É a isso que designamos Perfeição.

Na verdade o Reiki vai muito para além daquilo que podemos compreender dele.

Duma forma muito simples, poderíamos tentar defini-lo como um método de cura natural que funciona através da imposição das mãos onde um terapeuta aplica Energia Vital Universal a um receptor, proporcionando-lhe um equilíbrio energético a todos os níveis (físico, emocional, mental e espiritual).

Muitas definições e tentativas de racionalização do que é o Reiki, foram já tentadas, no entanto, a melhor resposta e a melhor definição é aquela dada pelo ser humano ao receber a Luz do Reiki:

"uma sensação indescritível" e por isso mesmo, não tem palavras.

O Dr. Mikao Usui (fundador do Reiki), afirmava o seguinte acerca da dádiva que deixou à humanidade:



"O Reiki é uma técnica de cura espiritual e cura energética.

A cura espiritual proporciona o relembrar da consciência universal enquanto a cura energética remove os sintomas da mente que causam desordens a nível físico.

Quando as doenças físicas se manifestam, elas são acompanhadas de importantes mensagens para o desenvolvimento ou despertar espiritual da pessoa que as contrai.

A cura energética, por si só, pode resolver desordens mentais que causam problemas a nível físico, contudo, a verdadeira cura não acontecerá a menos que se entenda a mensagem espiritual acoplada à desordem mental.

O Reiki traz harmonia ao lado energético, curando verdadeiramente a mente e o corpo, e proporcionando também mudanças ao nível da consciência."

Entrar no mundo do Reiki, é começar a viver uma aventura apaixonante de constantes auto-descobertas, sensações, sentimentos e emoções; é iluminar o Amor e a Compaixão que reside no coração de todos e compreender, como duma forma tão perfeita, somos todos Um.

ORIGENS DO REIKI:

Existem registos da utilização da energia vital na cura de pessoas e animais desde os anos 770.

Estes registros foram encontrados na China e no Tibete.

A energia era usada por monges budistas e é provável que seja ainda mais antiga.

Durante o século XIX, o teólogo japonês Dr. Mikao Usui, redescobriu a arte da cura pela imposição das mãos (há muito esquecida), após dez anos à procura de uma explicação do método de cura usado por Jesus Cristo.

Investigou em todos os textos budistas e cristãos a que teve acesso e finalmente devido ao seu intenso estudo e descobrimento dos princípios budistas do caminho interior da iluminação, realizou um retiro de 21 dias de jejum, meditação e oração, no alto de uma montanha, mais exactamente o monte Kurama no Japão, onde hoje existe um Templo.



Na última manhã desse retiro o Dr. Mikao Usui viu um clarão de luz intensa e vários símbolos lhe foram revelados aí ele percebeu que estava ser iniciado na ARTE DA CURA pela imposição das mãos, diretamente das FORÇAS UNIVERSAIS DA VIDA.

A partir daí dedicou a sua vida à transmissão do Reiki e à cura dos outros.

Este sistema de cura chegou até hoje, espalhando-se por todo o planeta após muitos anos mantido num certo secretismo, enfim o seu ensino torna-se agora muito mais acessível a todos nós.

O Reiki utiliza ritos de ativação energética (iniciações) e uma série de símbolos para canalizar e orientar a energia:

Como toda a forma-pensamento, estes símbolos tornaram-se verdadeiros arquétipos porque foram repetidos conscientemente e durante muito tempo por milhares de Terapeutas e Mestres de Reiki.

***********************************************************

O Reiki pode reforçar e acelerar o processo natural de cura
O Reiki pode vitalizar corpo e espírito
O Reiki pode restabelecer a harmonia psíquica e o bem-estar da alma
O Reiki pode actuar em todos os planos: físico, psíquico, emocional e espiritual
O Reiki pode regularizar o sistema energético
O Reiki pode dissolver os bloqueios e favorecer o relaxamento total
O Reiki pode encorajar a eliminação das toxinas
O Reiki pode actuar também sobre animais e plantas

***********************************************************



PRINCÍPIOS DO REIKI:

No que se refere ao ensino, primeiro é preciso reter cinco princípios que regem a atitude Reikiana em todos os momentos da vida.

Devemos repeti-los até os decorar e aplicá-los até que sejam uma regra pessoal de conduta.

A saber, são eles os seguintes:

SÓ POR HOJE: (Kyo dake wa)

Primeiro dizemos: “hoje não te zangues” (Okoru-na)

Segundo, dizemos: “não te preocupes” (Shimpai suna)

Terceiro, dizemos: “ agradece por tudo” (Khansha shite)

Quarto, dizemos: “ trabalha afincadamente contigo mesmo” (Gyo wo hageme)

Quinto, dizemos: “ sê bondoso para com os outros, sejam eles quem forem” (Hito ni shinsetsu ni)

Estes preceitos são muito importantes pois é desta forma que os sábios e os santos se disciplinam desde tempos imemoriais.

Usui Sensei chamou-lhes os “métodos secretos de convidar a felicidade e a medicina espiritual para quase todas as doenças”.

De manhã e ao fim do dia sentemo-nos na posição gassho (mãos postas junto ao coração) e pronunciemos dentro do coração repetindo em voz alta estas palavras:

“Asa yuu gassho shite, kokoro ni nenji, kuchi ni tonaeyo”

NÍVEIS DE REIKI:

Quantos níveis de Reiki existem?

No sistema tradicional Usui, existem quatro níveis:

Nível 1 – SHODEN – O despertar –

Neste nível o reikiano pode aplicar o Reiki somente com a imposição das mãos (contacto físico). Verifica-se a ampliação da visão, identificando o sagrado presente em nós e em tudo.

O reikiano aprende que não está mais subjugado ao destino, passa a ter controle sobre as situações.

Neste nível pode-se tratar e curar diversas doenças físicas e mentais em si e nas outras pessoas.

Nível 2 – OKUDEN – A transformação –

Com a aprendizagem de três Mantras (palavras sagradas) e 03 Yantras (símbolos espirituais), o reikiano rompe a cadeia de tempo-espaço.

Pode-se enviar Reiki à distância, também para o passado (ex: tratando origens de traumas e doenças) e para o futuro (ex: protecção para situações a serem vivenciadas).

Nível 3-A – SHINPIDEN – A realização –

O reikiano passa enviar Reiki para mais de uma pessoa ao mesmo tempo, podendo enviar para uma cidade inteira, para o planeta, etc. (harmonização e cura colectiva).

Recebendo mais um mantra e um yantra, o reikiano amplia a sua consciência para além das fronteiras de seu “eu”, integrando-se no todo, na união cósmica, atuando como agente de regeneração planetária.

Nível 3-B – OKUKAIDEN – O mestrado –

O reikiano se torna mestre e pode então ensinar o Reiki, realizando as sintonizações e tornando outras pessoas reikianas, contribuindo para a melhoria energética e espiritual do planeta.


O QUE É LEGÍTIMO PEDIR PELA TERAPIA REIKI?

Fluxo da Troca

Existem questões mal compreendidas em relação à espiritualidade e também ao dinheiro.

Gostaria de começar dizendo que no universo, nada é vendido, mas sim trocado.

A vida é uma constante troca, por isso considero a troca legítima.

Eu sei que é comum, nós ocidentais/ católicos / cristãos (na grande maioria de berço), valorizarmos muito o dar sem pensar e o não receber nada em troca.

E de modo geral, achamos isso muito bonito, mas será que no Astral, na Espiritualidade Maior as coisas se processam dessa maneira?

Observando a vida e o universo, creio que não, acredito que tudo é feito a base de troca, e Deus, o Universo não dá nada de graça.

Tudo que é dado é cobrado, nem que seja seu esforço em aprender, em seu empenho, na sua fé, etc.

Tudo que Deus dá, Ele cobra no mínimo a responsabilidade pelo seu bom uso, caso contrário, corremos o sério risco de nos machucar.

No mínimo dos mínimos você tem que acreditar, ter fé, e se não “pagar” com ela, Deus não dá.

Ele não pede dinheiro em troca, afinal não precisa dele (ou melhor o dinheiro é Deus, se achar isso forte, O dinheiro é pelo menos criação dele), não vai gastar com nada mesmo, mas está pedindo em troca sua fé.

Tudo é troca.

É por acreditar nisso que procuro sempre oferecer uma troca, quando eu dou, peço nem que seja seu empenho em se ajudar e ajudar os outros, caso contrário, também não dou.

Assim dignifico a ajuda e evito mais tarde ser cobrada, e muitas vezes bastante caro, pois nós sabemos que o povo tem o hábito de abusar.

Assim Deus quer que saibamos trocar com respeito, de forma consciente:

“eu lhe dou isso, você me dá aquilo.”

Se estiver bom para nós dois trocamos, acho que isso é muito justo, muito digno.

Se observarmos bem essa tem sido a lei deste os princípios dos tempos.

Mesmo as sociedades mais “primitivas” como os índios por exemplo que vivem em cooperativa, todos dão a sua contribuição para o meio, estando a salvo, como em nossa sociedade, as crianças, por serem demasiadamente limitadas e dependentes, os doentes ou inválidos, pela sua dificuldade e os velhos por estarem muitas vezes bastante debilitados para serem mais úteis.

Mas mesmo assim há troca, a criança nos dando a alegria e o amor sincero em troca de nosso cuidados, os doentes ou inválidos nos dando sua gratidão e seu amor por nossos cuidados, os mais velhos nos ensinando a paciência e a sabedoria de uma vida, além de seu amor e gratidão também por nossos cuidados.

No Reiki, isso é suficiente.

Será que realmente existe algo dado de graça pelo o universo?

Pense nisso, troque com a vida e seja feliz.

Não seja ganancioso.

Afinal este dom é divino, mas peça a quem o oferecer que tenha fé nele, que acredite que o que você lhe vai “oferecer” é algo de muito importante.



O PRATICANTE E O REIKI:

PERGUNTAS FREQUENTES. MUITO IMPORTANTE!

É POSSÍVEL CURAREM-SE TODOS OS TIPOS DE DISTÚRBIOS COM O REIKI?

Não.

O Reiki pode fazer muito mas não pode fazer tudo.

Também não exclui diagnósticos ou terapias convencionais ou alternativas, apenas lhes oferece um suporte, podendo ser usado como terapia complementar de outros meios terapêuticos, aumentando a eficácia destes, reforçando os efeitos positivos de quaisquer agentes de Cura e acelerando a recuperação de qualquer situação de desequilíbrio nos indivíduos submetidos aos tratamentos.

Os sintomas de doenças graves ou algo semelhante devem ser tratados por especialistas.

Nas mãos de um leigo, o Reiki deve ser utilizado como medida profiláctica ou como um meio de tratamento de distúrbios superficiais (aqueles que as pessoas tratam por si próprias, sem terem necessidade de recorrer a qualquer médico ou terapeuta).

O Reiki pode sempre ser um valioso meio de apoio em tratamentos de qualquer tipo.

HÁ TROCA DE ENERGIAS NUM TRATAMENTO?

Esta é uma questão muito frequentemente colocada, especialmente por alunos que têm conhecimento de outros métodos terapêuticos onde é utilizada Energia.

A resposta é muito simples:

Não há troca de Energia entre Iniciado ou Paciente e Mestre ou Terapeuta.

O que seria do estado de saúde dos Mestres de Reiki, que iniciam e tratam centenas ou mesmo milhares de pessoas, com as mais diversas doenças, muitas em estado terminal?

O mesmo se pode dizer dos Terapeutas; existem Terapeutas Reiki que se dedicam exclusivamente à prática de tratamentos, aos quais recorrem pacientes com as doenças mais diversas; que seria da sua saúde se houvesse troca de Energia?

Provavelmente já não pertenceriam a este mundo físico.

O que se passa, é que o Reiki vai possibilitar a transformação das energias desequilibradas e a integração destas na vida dos indivíduos que a ele se expõem.

A Energia canalizada possui um só caminho:

Fonte de Energia Vital – Mestre ou Terapeuta – Iniciado (iniciações) ou Paciente (tratamentos).

O FLUXO DA ENERGIA DEPENDE DO PACIENTE OU DO TERAPEUTA?

O fluir do Reiki parece variar de acordo com o grau de desarmonia do paciente.

Por exemplo, em pacientes seriamente doentes ou muito perturbados emocionalmente, o Reiki flui mais fortemente.

O Reiki flui portanto segundo o pretendido e de acordo com o grau de desarmonia do sistema alvo.

Assim, o fluxo é totalmente independente das expectativas do terapeuta; ele funciona de acordo com as suas leis próprias e inatas.

Alguns praticantes de Reiki sentem que o Reiki, aparentemente, deixa de fluir após um período de tempo em determinada posição do corpo, voltando então a fluir quando as mãos são posicionadas noutra parte do corpo.

Como o Reiki viaja pelo corpo para onde é necessário, isto parece ser uma contradição.

O facto é que cada caso é diferente de outro e cada pessoa experiência os momentos de uma forma diferente de outra qualquer, portanto, siga a sua intuição e permita que as suas mãos apenas continuem a canalizar.

A consciência e o grau de entrega tanto do paciente como do praticante de Reiki geram a percepção individual conseguida por cada um dos elementos envolvidos no processo de Cura.

O FLUIR DO REIKI É AFETADO PELA SAÚDE DO TERAPEUTA?

Uma pessoa com o seu estado de equilíbrio alterado pode canalizar Reiki, executar tratamentos e realizar iniciações tão eficazmente como alguém saudável, ainda que se encontre muito fraca e doente, acabando quase sempre por obter benefícios também para si ao canalizar Reiki para alguém.

De novo, daqui se comprova que a Energia Reiki não provém da Energia Vital do terapeuta.

Ainda assim é importante referir, que quanto mais “harmonizado” estiver o campo energético do terapeuta, (liberto de toxinas e bloqueios causados por pensamentos, emoções, atitudes negativas, falta de higiene, fumo, bebida ou uma alimentação incorrecta) menos barreiras a Energia encontra pelo caminho, mais livremente circulará e, consequentemente, terá um efeito mais eficaz, tanto quantitativa como qualitativamente.

PODE ACONTECER UMA PESSOA COMEÇAR A SENTIR-SE CANSADA DEVIDO CANALIZAÇÃO REIKI ASSIDUA E FREQUENTEMENTE. A QUE SE DEVE ISSO?

Quando se canaliza Reiki para alguém, obtém-se sempre uma parcela de Energia que vai estimular os processos de desintoxicação e purificação no organismo de quem está a transmitir Reiki.

A reacção de Cura é, dessa forma desencadeada enquanto o corpo está a canalizar Reiki.

Fazendo bastante Auto-Reiki para auxiliar o organismo a desintoxicar, mantendo uma alimentação equilibrada higiene correcta e repousando convenientemente possibilitará ao seu organismo uma mais rápida integração das energias recentemente assimiladas.

Quanto mais trabalhar sobre si mesmo, menos reações de “adaptação energética” ocorrerão.

Os seus canais energéticos tornar-se-ão cada vez mais abertos e eficientes.

PORQUE É QUE ÀS VEZES O AUTO-REIKI PARECE NÃO FUNCIONAR?

O Reiki não interfere na liberdade individual de escolha de ninguém.

Se alguém, consciente ou subconscientemente pretender ser tratado por terceiros, ou se algum bloqueio impedir a manutenção de determinada área saudável no seu organismo, haverá interferência na livre circulação da sua própria Energia, mesmo quando executar auto-tratamentos.

Nesse caso, a situação terá que ser auxiliada por alguém competente para além da própria pessoa, ainda que esta seja iniciada em Reiki.

PORQUE É QUE POR VEZES NADA DO PRETENDIDO ACONTECE?

Acontece sempre algo quando o Reiki flui, embora possa ser algo bem diferente do que se esperava.

O Reiki age sempre à sua maneira e cada Iniciado apenas pode exercer alguma influência dentro de limites muito restritos.

Imaginemos que quer ajudar alguém a deixar de fumar, mas embora lhe aplique Reiki durante algumas semanas verifica que nada acontece; no entanto, algum tempo depois o seu paciente começa a praticar exercício físico com interesse e regularidade.

Talvez isso seja mais importante do que abandonar o tabaco, conforme os dois haviam pensado.

Se tratar um distúrbio físico agudo com Reiki e não houver resultados evidentes, o seu paciente deverá consultar um especialista médico de imediato.

Pode acontecer que a evolução da enfermidade se encontre num ponto ou num estado evolutivo que o Reiki não consiga acompanhar e apenas uma cirurgia ou um tratamento mais incisivo sejam eficazes na resolução da enfermidade.

Quando houver pus ou dor constante aguda, o paciente deverá recorrer à Medicina Convencional ou Alternativa antes de tudo.

O Reiki não torna supérfluas quaisquer medidas de emergência.

HÁ ALGUM EFEITO NOCIVO NA APLICAÇÃO DO REIKI?

Nas duas últimas décadas em que os Mestres de Reiki têm vindo a iniciar praticantes activamente no Ocidente, não têm havido casos de efeitos negativos do Reiki.

Há um grande número de casos onde parece haver aparentemente efeitos negativos.

Pessoas sem compreensão dos processos de Cura fisiológica do corpo, podem interpretar mal o que experimentam.

Quando o corpo passa por um processo de Cura, pode haver um período de tempo em que surgem alguns desconfortos, resultantes de adaptações aos novos níveis de Energia e saúde desencadeados no organismo tratado.

Por exemplo, pessoas com muito stress acumulado ou bloqueios emocionais podem sentir uma grande agitação inicial com os tratamentos enquanto o corpo começa a assimilar os efeitos do Reiki.

Doentes de cancer frequentemente sentem um aumento de dor na área do tumor nos primeiros tratamentos.

Uma pessoa que tenha artrite em determinada articulação pode ter um aumento de dor após os primeiros tratamentos de Reiki.

O Reiki irá aumentar a circulação sanguínea naquela articulação que terá tido má circulação durante alguns anos.

O súbito aumento de circulação pode ser então algo doloroso, mas os resultados finais serão surpreendentes.


PODE USAR-SE REIKI COM OUTROS MÉTODOS?

Não há contra-indicações no uso do Reiki.

Ele pode ser usado sozinho ou em conjunto com qualquer outra terapia.

Há por vezes casos onde os problemas de saúde são tão sérios que é necessário tirar partido de todos os recursos disponíveis.

Doenças muito sérias como por exemplo cancer precisam de ser tratadas e monitorizadas por especialistas médicos.

Em todos os casos, contudo, o Reiki aumenta a vitalidade global do corpo bem como a habilidade de recuperação deste.

O Reiki reduzirá também os efeitos colaterais de tratamentos como a quimioterapia e radioterapia e aumentará o potencial de bem-estar.

Entretanto, cada tratamento de Reiki trabalhará no sentido de harmonizar a causa subjacente à doença, curando outros níveis que a Medicina Convencional muitas vezes descura ou não alcança.

PORQUE HÁ QUEM NÃO CONSIGA ENCONTRAR TEMPO PARA SE TRATAR?

Quando isto sucede, pode dever-se ao facto da pessoa não ter despertado ainda Amor suficiente por si a ponto de conseguir arranjar tempo para se entregar à sua própria Cura.

Arranje tempo, sente-se e comece a investigar os motivos que o levam a proceder dessa forma em relação a si próprio.

Procure os motivos reais e ignore a famosa desculpa “eu simplesmente não tenho tempo”.

Em geral esse é o primeiro passo para resolver o problema.

Se não resultar, então entregue-se aos seus sentimentos e cuide dos outros até se exaurir completamente e assim querer passar a dispor de tempo só para si.

Qualquer pessoa com a síndroma de “bom samaritano” terá de enfrentar esta questão mais cedo ou mais tarde, ou simplesmente consumir-se.

Existe ainda outra possibilidade: você pode estar sufocado pelas novidades do seu novo crescimento e pelas possibilidades que se abrem; visto que o Reiki estimula o crescimento em diversos níveis do Ser, e isso pode implicar, por vezes, um confronto directo com antigos bloqueios, você pode estar a tentar evitá-los de certa forma.

Descanse por algum tempo. Se quiser, examine o medo que tem do desenvolvimento.

O seu desejo de aplicar Reiki voltará no devido tempo.

Tanto o repouso como o exercício têm o seu objectivo.



SE SENTIR QUE CAPTOU A ENERGIA NEGATIVA DE OUTRA PESSOA OU AMBIENTE FAÇA O SEGUINTE:

• Respire profundamente até o baixo-ventre
• Visualize uma chuva de luz violeta que cai sobre si e o/a lava
• Visualize-se dentro de uma bola de luz dourada
• Faça uma “varredura energética” com as mãos ao longo do seu corpo atirando a energia negativa para o solo
• Mergulhe os pés numa bacia de água com sal marinho
• Mude de roupa e lave a que estava usando
• Tome uma ducha - e em seguida
• Tome um banho de sal marinho

Estas são algumas medidas de protecção que pode tomar para si mesmo ou recomendar aos seus pacientes contra ambientes carregados e energias que possam causar bloqueios.

E, como diria o saudoso Raul Solnado:


"Façam o favor de serem felizes"

Postado por S. Levy Lima - cpiado do blog: http://fdc-holistico.blogspot.com/

Nenhum comentário: