Um pouco sobre mim...

Minha foto

Sou alguém que se encanta pela vida no dia a dia, descobrindo sempre novas formas de agir, se melhorando e tentando melhorar o seu redor. Acreditando que a Luz está dentro de cada um e que ela deve iluminar sempre a caminhada. Tenho como intenção: fazer amigos, aperfeiçoar a vida, dedicar-me às boas obras, promover a verdade e reconhecer nos semelhantes meus irmãos de caminhada. Descobrindo sempre mais e mais de vários mundos: Mundos terapêuticos, ideais, sustentáveis, mágicos, de Paz...

24 de jul de 2009

Radiestesia - Pesquisa de rede Hartmann, energias geobiológicas e de solo

Radiestesia significa sensibilidade a toda uma gama de radiações e ondas não perceptíveis pelos sentidos físicos do homem.
É a percepção dos campos de energia que nos cercam pelos sentidos sutis, que todas as pessoas possuem e podem exercitar.
A Radiestesia no campo da Arquitetura nos permite identificar, localizar e então, neutralizar as ENERGIAS NOCIVAS à nossa saúde, presentes sob construções.
Essas energias podem ter causas naturais (lençóis ou veios subterrâneos, falhas geológicas, terrenos vulcânicos, rede Hartmann) ou provenientes da ação humana (aterro sanitário, cemitérios clandestinos, redes hidráulicas e de gás inutilizadas).

Os cruzamentos da rede Hartmann com pontos de focos geobiológicos produzem um tipo de energia muito prejudicial ao ser humano.
Por essa razão é conveniente não permanecer sobre esses pontos por mais de 2 horas (estudando, dormindo, vendo TV...).
Quando a pessoa permanece continuamente sobre esse local, poderá desenvolver desde sintomas como nervosismo, perda de apetite, distúrbios de sono, dores de cabeça, cansaço, exaustão, fadiga, depressão, até casos mais graves como processos cancerígenos.
Através do estudo minucioso da planta do local, essas energias são detectadas e a orientação para o uso de gráficos radiônicos é indicada – esses gráficos isolam o local- assim a energia deixa de atingir o morador, que passa a experimentar uma melhora de sua saúde física, emocional e energética.

Nenhum comentário: